segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Puppis, a Pôpa do Navio, e seus Objetos Messier - M46, M47, M93


Olá!

É sempre muito fácil nos sentirmos atraídos
pelo chamado do brilho intenso e do piscar
da estrela-alpha Canis Majoris, Sirius, a bela.

Olhando um tantinho ao sul,

Canopus, estrela-alpha Carinae, 
o comandante de Argo Navis, o Navio,
também nos atrai a atenção!

Se bem observarmos

- e sempre em lugares de céus escuros e transparentes
e em momentos de ausência de Lua -,
encontraremos entre essas duas maravilhosas estrelas
uma espécie de paredão, uma muralha de estrelinhas tímidas...:
é a Pôpa do Navio, Puppis!



Programa Stellarium







Esse paredão, essa muralha de estrelinhas tímidas

não se apresenta em linha reta, não,
bem ao contrário, é como se figurasse madeiras encaixadas,
madeiras e madeiras formando quase um desencaixe, 
um ziguezague de estrelas emparedadas...


Sendo assim,

podemos compreender muitíssimo bem
o porquê, a razão das ilustrações antigas mostrarem 
essa madeira de estrelas figurando a Pôpa de um Navio.


E penso ser interessante enfatizarmos o fato

de que estamos diante da Pôpa do Navio, realmente,
e não daquilo que poderíamos pensar como a Proa.
Não, é a Pôpa.



http://media.skysurvey.org/interactive360/index.html
Programa Sky Survey anotado e marcado por mim no lugar de Eta Carinae Nebula








Caro Leitor,
Observe as Ilustrações abaixo
- em ambas sendo apontado o Objeto Messier 46
(que, por sua vez, fica bem próximo ao Objeto Messier 47) -,
e perceba primeiramente que todo o Navio vem envolvido
pelo braço da Via Lactea que corre de norte a sul;
e também perceba que
os Objetos M46 e M47 encontram-se bem próximos
à constelação Monoceros, o Unicórnio
(embora a estrela mais próxima a nos guiar será Sírius!),
enquanto sabemos que M93 encontra-se bem próximo
à constelação Canis Major, o Cão Maior!

Quer dizer,
esses três Objetos Messier em Puppis
encontram-se já bem ao norte de toda a constelação do Navio
- ou seja, em situações ainda praticamente bem visíveis
para os observadores/moradores do hemisfério norte.

É também interessante que possamos perceber
- observando desde os Objetos Messier 46 e 47
(ponto bem ao norte de Puppis ou de Argo Navis, o Navio)
até as Plêiades do Sul e da Grande Nebulosa Carina
 (pontos bem ao sul da constelação Carina) -
o quão extensa é a antiga constelação Argo Navis, o Navio,
de tal forma que, infelizmente (a meu ver),
foi desmembrada em Puppis, Carina e Vela
o que (a meu ver) 
descaracterizou-a, 
despiu-a de sua identidade estelar própria, que pena.



Esta constelação, o Navio, 
fazia parte do grupo de 48 constelações 
relacionado por Ptolomeu. 
La Caille, porém, dividiu o Navio em
Carina, Vela e Puppis: Quilha, Vela e Popa.

De qualquer forma,
eu sou muito feliz por morar no hemisfério sul
e poder usufruir da visão maravilhosa
do Navio, como um todo!

Com um abraço estrelado,
Janine Milward

Stellarium

Stellarium

Stellarium



ARGO NAVIS, O NAVIO

Esta constelação representa o navio 
no qual Jasão trouxe o Velocino de Ouro 
para Colquita 
- e dizem que foi o primeiro navio a ser construído.

Esta constelação, o Navio, 
fazia parte do grupo de 48 constelações relacionado por Ptolomeu. 

La Caille, porém, dividiu o Navio em
Carina, Vela e Puppis: Quilha, Vela e Popa


6a. Edição do Atlas Celeste
de autoria de Ronaldo Rogério de Freitas Mourão,
Editora Vozes, Petrópolis, ano de 1986



Argo Navis era uma grande constelação meridional, representava o navio utilizado pelos argonautas em suas viagens. Foi dividida em Carina(quilha), Puppis (popa) e Vela (velame); as designações de Bayer, entretanto, não foram mudadas, de modo que α e β estão em Carina, γ e δ em Vela, ε em Carina, ζ em Puppis e assim por diante. Por outro lado, Pyxis, a constelação da Bússola, embora ocupe uma área que havia sido considerada como os mastros do Argo, possui designações de Bayer próprias.


Mario Jaci Monteiro - As 88 Constelações, Cartas Celestes







PUPPIS, POPA


 Posicionamento:
Ascensão Reta 6h2m / 8h26m   Declinação -11o.0 / -50o.8



Mito
Esta constelação representa o navio
 no qual Jasão trouxe o Velocino de Ouro para Colquita
 - e dizem que foi o primeiro Navio a ser construído.

Algumas Informações Interessantes acerca esta Constelação:

Esta constelação, o Navio, 
fazia parte do grupo de 48 constelações 
relacionado por Ptolomeu. 
 Porém, La Caille dividiu o Navio em
Carina, Vela e Puppis, Quilha, Vela e Popa

A Pôpa é facilmente identificável 
a partir da localização de Canopus, estrela-alpha do Navio Argos 
e situada na parte de Carina, a Quilha,
 e buscando o padrão de estrelas que ficam ao norte.  
(Do ponto de vista de quem está no hemisfério sul, 
é possível se identificar a Popa já muito próxima a Sirius, 
a estrela-alpha do Cão Maior, 
até chegar a Canopus, a estrela-alpha do Navio).

Existem alguns aglomerados abertos nesta constelação
 sendo que o mais brilhante é M47, visível a olho nu. 
 M46 e M93 são mais pálidos 
porém também considerados como objetos interessantes 
a serem observados. 
 M46 e M47 situam-se próximos a Sirius 
(que atua enquanto ponto de referência, é claro).

Fronteiras:
Puppis situa-se entre as constelações 
Canis Major, Columba, Pictor, Carina, Vela, Pyxix, Hydra, Monoceros



6a. Edição do Atlas Celeste
de autoria de Ronaldo Rogério de Freitas Mourão,
Editora Vozes, Petrópolis, ano de 1986





http://www.iau.org/static/public/constellations/gif/PUP.gif




M46, M47 e M93,
OS OBJETOS MESSIER
EM PUPPIS, A PÔPA DO NAVIO




M 46 - Aglomerado Aberto, em Puppis
e
M 47 - Aglomerado Aberto, em Puppis

Estes dois Aglomerados podem ser vistos a olho nu 
e bem esfumaçadamente,
 próximos ao Cão Maior e sua estrela-Alpha, Sirius.


 http://www.stellarium.org/pt/
http://www.stellarium.org/pt/








Messier 46

Open Cluster M46 (NGC 2437), type 'f', in Puppis


[m46.jpg]
Right Ascension07 : 41.8 (h:m)
Declination-14 : 49 (deg:m)
Distance5.4 (kly)
Visual Brightness6.0 (mag) 
Apparent Dimension27.0 (arc min)

Discovered 1771 by Charles Messier.

Messier 46 (M46, NGC 2437) was the first object Charles Messier discovered after he had published the first edition of his list (M1-M45). He added this one to his catalog on February 19, 1771, three days after presenting it to the academy, together with three more Messier objects, M47M48, and M49.

LEIA MAIS
em
http://messier.obspm.fr/m/m046.html





http://www.stellarium.org/pt/





NGC 2437 - M 46  - Aglomerado Aberto Puppis
Ascensão Reta 07h40m  Declinação -14o.46
Magnitude fotográfica global 6,6  Magnitude fotográfica da mais brilhante estrela 10,8 Distância kpc 1,66   Diâmetro 27’  Tipo Espectral B8



6a. Edição do Atlas Celeste
de autoria de Ronaldo Rogério de Freitas Mourão,
Editora Vozes, Petrópolis, ano de 1986




Messier 46 (também conhecido como M46 ou NGC 2437) é um aglomerado estelar aberto localizado na constelação de Puppis. Foi descoberto por Charles Messier em 1771. Está a cerca de 5 400 anos-luz da Terra e é composto por mais de 500 estrelas, sendo que 150 são de magnitude entre 10 e 13. Sua idade é estimada em 300 milhões de anos.1

nebulosa planetária NGC 2438 está localizada em Messier 43 perto da sua borda do norte, mas provavelmente não há relação física entre eles visto que NGC 2438 possui uma velocidade radial diferente da do aglomerado.2 3 Esse caso é um exemplo de coincidência na linha de visão, assim como o caso de NGC 2818.2 4
......................................
Foi o primeiro objeto do céu profundo descoberto pelo astrônomo francês Charles Messier após a apresentação da primeira versão de seu catálogo à Real Academia de Ciências da França, em 16 de fevereiro de 1771; o aglomerado aberto foi adicionado ao catálogo apenas três dias após a apresentação, juntamente com Messier 47Messier 48 e Messier 49.1

Messier 46
Messier 46
Messier 46
Descoberto porCharles Messier
Data1771
Dados observacionais (J2000)
ConstelaçãoPuppis
Asc. reta07h 41,8m1
Declinação-14° 49′1
Distância5400 anos-luz1 (1700 pc)
Magnit. apar.6,0
Dimensões27'
Características físicas
Raio15 anos-luz1
Idade estimada300 milhões de anos1
Nº estrelas5001
Outras denominações
M46, NGC 2437.1
Messier 46
Puppis constellation map.png



http://pt.wikipedia.org/wiki/Messier_46









http://www.ipac.caltech.edu/2mass/gallery/m47atlas.jpg




Messier 47

Open Cluster M47 (NGC 2422), type 'd', in Puppis

[m47.jpg]
Right Ascension07 : 36.6 (h:m)
Declination-14 : 30 (deg:m)
Distance1.6 (kly)
Visual Brightness5.2 (mag) 
Apparent Dimension30.0 (arc min)

Discovered before 1654 by Giovanni Batista Hodierna.

Open cluster Messier 47 (M47, NGC 2422) is a coarse, bright cluster which can be glimpsed with the naked eye under good conditions as a dim nebulosity.

M47 was discovered before 1654 by Hodierna who described it as "a Nebulosa between the two dogs"; this fact, however, remained secret until 1984 when his book came to light. So Charles Messier discovered this cluster independently on February 19, 1771, and described it as cluster of stars brighter than those of apparently neighbored M46. But Messier did a sign error when computing the position of M47, so that it was a missing object until 1959 when it was identified by T.F. Morris (together with the also missing M48). It is interesting that despite Messier's error, Caroline Herschel observed and identified M47 at least twice in early 1783. Several historians have reported that M47 had been previously identified byOswald Thomas in 1934, but this is apparently a confusion with that author's identification of M48. As a consequence of Messier's error, William Herschel also independently rediscovered it on February 4, 1785, and gave it the number H VIII.38.

Messier's erroneous position was also surviving in many catalogs, including John Herschel's GC (as GC 1594) and Dreyer's NGC (NGC 2478), although there was no object, or as John Herschel (in his Notes on the GC) put it, "This cluster has not since been observed. It is probably a very loose and poor one."

LEIA MAIS
em
http://messier.obspm.fr/m/m047.html



http://www.stellarium.org/pt/




Messier 47 (NGC 2422, NGC 2478) é um aglomerado estelar aberto localizado na constelação de Puppis a 1 600 anos-luz da Terra. Foi descoberto por Giovanni Battista Hodierna antes de 1654, porém a descoberta só foi atribuída a ele em 1984Charles Messier descoberiu o aglomerado independentemente em 19 de fevereiro de 1771.
Messier 47 possui um diâmetro de 12 anos-luz e tem uma idade estimada em 78 milhões de anos. Contém cerca de 50 estrelas, sendo que a mais brilhante é de classe B2 e tem uma magnitude de 5,7.



Messier 47
Messier 47, projeto 2MASS
Messier 47, projeto 2MASS
Descoberto porGiovanni Battista Hodierna
Data1654
Dados observacionais (J2000)
ConstelaçãoPuppis
Asc. reta07h 36,6m
Declinação-14° 30′
Distância1600 anos-luz (490 pc)
Magnit. apar.5,2
Dimensões30,0 minutos de arco
Características físicas
Raio6 anos-luz
Idade estimada78 milhões de anos
Nº estrelas50
Outras denominações
M47, NGC 2422
Messier 47
Puppis constellation map.png


http://pt.wikipedia.org/wiki/Messier_47











Messier 93

Open Cluster M93 (NGC 2447), type 'g', in Puppis

[m93.jpg]
Right Ascension07 : 44.6 (h:m)
Declination-23 : 52 (deg:m)
Distance3.6 (kly)
Visual Brightness6.0 (mag) 
Apparent Dimension22.0 (arc min)


Discovered by Charles Messier in 1781.


Messier 93 (M93, NGC 2447) is a nice open star cluster in constellation Puppis.

As one of the last deepsky objects found by him personally, open cluster M93 was discovered by Charles Messier and cataloged by him on March 20, 1781.

LEIA MAIS
em
http://messier.obspm.fr/m/m093.html


http://www.stellarium.org/pt/



Messier 93 (also known as M93 or NGC 2447) is an open cluster in the constellation Puppis. It was discovered by Charles Messier in 1782.
M93 is at a distance of about 3,600 light years from Earth and has a spatial radius of some 10 to 12 light years. Its age is estimated at some 100 million years.
Walter Scott Houston described its appearance as follows:[1]
Some observers mention the cluster as having the shape of a starfish. With a fair-sized telescope, this is its appearance on a dull night, but [a four-inch refractor] shows it as a typical star-studded galactic cluster.
Messier 93
Messier object 093.jpg
Observation data (J2000.0 epoch)
Right ascension07h 44.6m
Declination−23° 52′
Distance3.6 kly (1.1 kpc)
Apparent magnitude (V)6.0
Apparent dimensions (V)22.0′
Physical characteristics
Radius10
Estimated age100 million years[citation needed]
Other designationsNGC 2447
See also: Open clusterList of open cluster

http://en.wikipedia.org/wiki/Messier_93



.....................................

Caro Leitor,
visite meu Trabalho
Sobre a Antiga Constelação de Argo Navis, o Navio,
em
http://sobreargonavis.blogspot.com.br/

........................................





Hemisphaerium Coeli Australe in quo Fixarum loca secundum Eclipticae ductum ad anum 1730 . .

Hemisphaerium Coeli Australe in quo Fixarum loca secundum Eclipticae ductum ad anum 1730 . . http://www.raremaps.com/gallery/detail/35290/Hemisphaerium_Coeli_Australe_in_quo_Fixarum_loca_secundum_Eclipticae_ductum/Doppelmayr.html

Nice example of Johanne Doppelmayr's map of the Southern Skies, with the constellations shown and the various stars illustrated in gold. Dopplemayr's decorative celestial chart illustrates the southern sky form the south ecliptic pole to ecliptic. The constellations are delineated based upon the catalogue of Johannes Hevelius and include Orion, Scorpio, Taurus, Eridanus and the Southern Cross. The constellations include some unusal additions, including the Peacock, Toucan, and a lovely unicorn called Monoceros.