domingo, 1 de março de 2015

Saturno fazendo parte das Garras (ou Cabeça) da constelação Scorpius!


Olá!

Caro Leitor,
não perca a belíssima e inusitada visão a olho nu
do Senhor dos Aneis, Saturno,
visitando a constelação Scorpius
e, aparentemente, fazendo parte das estrelas que formam
as Garras (ou a Cabeça) desse animal rastejante dos céus estrelados.


Nos primeiros meses do ano,
Saturno estará realizando seu aparente andamento
bem próximo às estrelas que formam
as Garras do Escorpião
(ou a Cabeça do animal rastejante dos céus estrelados).


Mais adiante, observaremos que o mês de março verá
Saturno engrenando seu movimento de marcha-a-ré
e então retornando, sempre bem vagarosamente,
para ainda cumprimentar e se despedir da constelação da Balança...,
até que no mês de agosto o Senhor dos Aneis vai estar
retomando seu movimento direto
e novamente encontrando-se junto às estrelas que formam
as Garras ou Cabeça do Escorpião
em outubro/novembro.


Saiba bem mais sobre o andamento de Saturno
através a constelação Scorpius,
acessando meu Trabalho em
http://oceudomes.blogspot.com.br/2015/02/a-visita-de-saturno-constelacao-scorpio.html.


Com um abraço estrelado,
Janine Milward



 Programa Stellarium
 Programa Stellarium
Programa Stellarium



EM ESCORPIÃO,
GARRAS (e/ou) CABEÇA!


A bem da verdade, se observarmos bem atentamente,
a Linha da Eclíptica passa somente através estas Garras (ou esta Cabeça)
e o Sol leva apenas nove dias (segundo Allen) para visitar o Escorpião!


Mario Jaci Monteiro - As Constelações, Cartas Celestes
Excerto de Escorpião, mostrando as Garras (ou a Cabeça)
e o Coração (a estrela-alpha Scorpii, Antares)




Veja as Estrelas e alguns Objetos celestes
nas Garras (ou Cabeça) 
bem como o Coração/peito do Escorpião:




As Garras ou a Cabeça
são as estrelas que delineiam o começo da constelação do Escorpião
e por onde a Linha da Eclíptica passa.

http://media.skysurvey.org/interactive360/index.html



(Antigamente, muito antigamente, as duas estrelas ponteadoras da Balança
era consideradas como As Garras do Escorpião - e isso faz sentido,
quando as vemos no céu estrelado!).

http://media.skysurvey.org/interactive360/index.html



Graffias ou Acrab.  Beta Scorpii. Estrela Dupla
AR 16h02m  Dec. - 19o.40
Magnitude visual 2,9 e 5,1  Distância entre estrelas 13”,63
Uma estrela tripla, branco pálido e lilás, situada na cabeça do Escorpião. Esta estrela é também conhecida por Acrab, nome árabe que deu origem à constelação do Escorpião.

Isidis ou Dschubba ou Jabbah.  Delta Scorpii. 
Magnitude 2.34  Distância 520 anos-luz
Situada próxima da garra direita do Escorpião. Nome árabe que designa A Fronte.


NGC 6093 - M 80 - Aglomerado Globular
Ascensão Reta 16h15       Declinação -22o.56
Magnitude fotográfica global  8,4      Diâmetro aparente  5’,1        Tipo Espectral F4
Distância kpc   11,0    Velocidade Radial (km/s)   + 18


 6a. Edição do Atlas Celeste
de autoria de Ronaldo Rogério de Freitas Mourão,
Editora Vozes, Petrópolis, ano de 1986



Beta Scorpii (β Sco / β Scorpii) é uma estrela na constelação de Scorpius. Também é conhecida como Acrab ou Graffias.1 Um dos nomes desta estrela (Graffias) em grego significa "a pinça". Sua magnitude aparente é de 2,56. Na Bandeira do Brasil ela representa o estado do Maranhão.2
Observado com um telescópio pequeno, Beta Scorpii é visto com uma estrela binária. As duas estrelas têm uma separação de 14 segundos de arco, fazendo com que elas estejam a 2200 UA de distância uma da outra. Ambas são estrelas quentes de tipo B, com pelo menos dez vezes mais massa do que o Sol, e espera-se que terminem sua evolução em uma massiva supernova.
Beta-1 Scorpii, a estrela mais brilhante do sistema, tem uma outra companheira a 0,5 segundos de arco, ou 80 UA, de distância. Além disso, ambas Beta-1 Scorpii e Beta-2 Scorpii, são binárias espectroscópicas. O sistema tem no total cinco estrelas.
Devido à proximidade de Beta Scorpii da eclíptica, a estrela pode ser ocultada pela Lua, e muito raramente, por planetas. A última ocultação de Beta Scorpii por um planeta foi em 13 de maio de 1971, por Júpiter.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Acrab


Delta Scorpii (δ Sco, δ Scorpii) é uma estrela da constelação de Scorpius.1 Tem o nome de Dschubba, que é um derivação de uma frase em árabe significando "testa do" (jabhat) do escorpião.2
http://pt.wikipedia.org/wiki/Dschubba



Omega1 Scorpii (9 Scorpii) é uma estrela na direção da constelação de Scorpius. Possui uma ascensão reta de 16h 06m 48.43s e uma declinação de −20° 40′ 08.9″. Sua magnitude aparente é igual a 3.93. Considerando sua distância de 423 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a −1.64. Pertence à classe espectral B1V.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Omega1_Scorpii

Omega2 Scorpii (Jabhat al Akrab, 10 Scorpii) é uma estrela na direção da constelação de Scorpius. Possui uma ascensão reta de 16h 07m 24.30s e uma declinaçãode −20° 52′ 07.2″. Sua magnitude aparente é igual a 4.31. Considerando sua distância de 265 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a −0.24. Pertence à classe espectral G6/G8III.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Omega2_Scorpii


Pi Scorpii (Vrischika, Iclil, 6 Scorpii) é uma estrela na direção da constelação de Scorpius. Possui uma ascensão reta de 15h 58m 51.12s e uma declinação de −26° 06′ 50.6″. Sua magnitude aparente é igual a 2.89. Considerando sua distância de 459 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a −2.85. Pertence à classe espectral B1V + B2V. É uma estrela variável β Lyrae.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Pi_Scorpii


Chi Scorpii (17 Scorpii) é uma estrela na direção da constelação de Scorpius. Possui uma ascensão reta de 16h 13m 50.91s e uma declinação de −11° 50′ 15.8″. Suamagnitude aparente é igual a 5.24. Considerando sua distância de 439 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a −0.41. Pertence à classe espectral K3III.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Chi_Scorpii

Psi Scorpii (15 Scorpii) é uma estrela na direção da constelação de Scorpius. Possui uma ascensão reta de 16h 12m 00.00s e uma declinação de −10° 03′ 51.1″. Suamagnitude aparente é igual a 4.93. Considerando sua distância de 165 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a 1.41. Pertence à classe espectral A3IV.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Psi_Scorpii


Nu Scorpii, tradicionalmente chamado Jabbah, é um sistema estelar na constelação de Scorpius.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Iota1_Scorpii


Messier 80 (também conhecido como M80 ou NGC 6093) é um aglomerado globular localizado na constelação de Scorpius a 32 600 anos-luz da Terra. Foi descoberto porCharles Messier em 1781. Possui um raio de 47,5 anos-luz e uma dimensão aparente de 10,0 minutos de arco.2

http://www.iau.org/static/public/constellations/gif/SCO.gif



Caro Leitor,
nos primeiros meses do ano,
Saturno estará realizando seu aparente andamento
bem próximo às estrelas que formam
as Garras do Escorpião
(ou a Cabeça do animal rastejante dos céus estrelados).

Mais adiante, veremos que o mês de março verá
Saturno engrenando seu movimento de marcha-a-ré

e então retornando, sempre bem vagarosamente,
para ainda cumprimentar e se despedir da constelação da Balança...,
até que no mês de agosto o Senhor dos Aneis vai estar
retomando seu movimento direto
e novamente encontrando-se junto às estrelas que formam
as Garras ou Cabeça do Escorpião
em outubro/novembro.


Programa Stellarium

Programa Stellarium



Em fevereiro de 2015,
Saturno estará muito próximo à estrela-beta Scorpii
conhecida como Acrab ou Graffias.



Programa Stellarium


Programa Stellarium








Em março de 2015
veja que Saturno andou um quase-nada,
porém saiu da proximidade com Acrab (ou Graffias)
e agora encontra-se grudado a Jabbah (?), estrela-nu Scorpii (?),
e é nesse lugar que Saturno estará fazendo acontecer
seu aparente movimento de andamento em marcha-a-ré,
bem no miolo do mês de março.



Programa Stellarium





Em abril de 2015,
veja Saturno ainda bem próximo ao lugar onde estêve em março,
quando engrenou seu movimento de marcha-a-ré.


Programa Stellarium



CARO LEITOR,
Saiba bem mais sobre o andamento de Saturno
através a constelação Scorpius,
acessando meu Trabalho em




Os desenhos formados pelas estrelas
 - AS CONSTELAÇÕES -
 são como janelas que se abrem para a infinitude do universo
 e que possibilitam nossa mente 

a ir percebendo que existe mais, bem mais, entre o céu e a terra..., 
bem como percebendo que o caos, 
vagarosamente, 
vai se tornando Cosmos 
e este por nossa mente sendo conscientizado.

Quer dizer, 
nossa mente é tão infinita quanto infinito é o Cosmos.

Com um abraço estrelado,
Janine Milward


VISITE MINHA PÁGINA
DA TERRA AO CÉU E AO INFINITO
http://daterraaoceueaoinfinito.blogspot.com.br/