quinta-feira, 16 de abril de 2015

Uma estrela me chama: é Arcturus, a estrela-alpha Bootis


Olá!

No outro dia, em outra Postagem,
estivemos comentando sobre Canes Venatici
-  http://oceudomes.blogspot.com.br/2015/04/canes-venatici-os-caes-de-caca-e-seus.html - , 
os Cães de Caça que são uma constelação, sim, 
mas que também fazem parte
da constelação do Boieiro, Bootes.



Programa Stellarium



Uma estrela me chama a partir dos céus estrelados mais ao norte:
é Arcturus, a estrela-alpha Bootis,
a quarta estrela mais brilhante do céu noturno.




http://www.siteastronomia.com/wp-content/uploads/2014/01/arcturus.jpeg?ea0d25


É interessante percebermos que a luz incrívelmente maravilhosa de Arcturus
atua enquanto testemunha da proteção (ou da cobiça) da Cabeça da Serpente
em relação à Coroa Boreal!

Confira em

http://daterraaoceueaoinfinito.blogspot.com.br/2013/08/corona-borealis-coroa-boreal.html


E é também interessantíssimo percebermos que,

sempre que estivermos em local de céus escuros e transparentes
e em noite de ausência de Lua,
entre as estrelas que desenham o corpo do Leão
e a estrela-alpha Bootis, Arcturus,
existem não somente os Cães de Caça 
(que praticamente "pertencem" à constelação do Boieiro)
como também um enxame de estrelinhas todas bem juntinhas e muito tímidas, 
quase pouco visíveis e que penteiam a Cabeleira de Berenice.

Confira em


http://daterraaoceueaoinfinito.blogspot.com.br/2013/08/leo-o-leao.html


http://daterraaoceueaoinfinito.blogspot.com.br/2013/08/coma-berenices-cabeleira-de-berenice.html






Programa Stellarium




A bem da verdade, Caro Leitor,
sempre que entram em cena as estrelas que desenham o corpo virginal
- principalmente a estrela-alpha Virginis, Spica -,
eu já me coloco na vigília, aguardando pela chegada de Arcturus!



Programa Stellarium


O Mito principal relacionado ao Boieiro, Bootes,
acaba interligando-se com os Mitos de outras constelações
nas imediações, como As Ursas Maior e Menor,
como a Virgem, como os Cães de Caça!

Confira em 

http://daterraaoceueaoinfinito.blogspot.com.br/2013/08/canes-venatici-os-caes-de-caca.html

http://oceudomes.blogspot.com.br/2015/04/lua-eclipsada-e-avermelhada-no-braco-da.html



E também não perca o relato pormenorizado do Mito em

http://www.astropt.org/2015/02/05/a-seducao-de-calisto/






http://www.raremaps.com/gallery/detail/39388/Comae_Berenices_Bootes_Cannes_Venatici/Flamsteed.html
Title: Comae Berenices Bootes Cannes Venatici   Map Maker: John Flamsteed





Surpreenda-se, Caro Leitor,
porque na direção da constelação do Boieiro, Bootes,
vamos encontrar um fantástico
Ponto de Exclamação!




UGC 9618, Chandra + Hubble.jpg
"UGC 9618, Chandra + Hubble" by Smithsonian Institution - Flickr: A Cosmic Exclamation Point: A pair of galaxies located about 450 million light years from Earth.. Licensed under Public Domain via Wikimedia Commons - http://commons.wikimedia.org/wiki/File:UGC_9618,_Chandra_%2B_Hubble.jpg#/media/File:UGC_9618,_Chandra_%2B_Hubble.jpg

Arp 302 consists of a pair of very gas-rich spiral galaxies in their early stages of interaction: VV 340A is seen edge-on at top, and VV 340B face-on below. Composite image of X-ray data from Chandra (purple) and optical data from Hubble (red, green, blue).

Arp 302 (also known as Exclamation Point Galaxy) is a galaxy in the constellation Boötes. Arp 302, also known as VV 340 or UGC 9618 consists of a pair of very gas-rich spiral galaxies in their early stages of interaction. An enormous amount of infrared light is radiated by the gas from massive stars that are forming at a rate similar to the most vigorous giant star-forming regions in our own Milky Way. Arp 302 is 450 million light-years away from Earth, and is the 302nd galaxy in Arp'sAtlas of Peculiar Galaxies.
http://en.wikipedia.org/wiki/Arp_302





E também, Caro Leitor,

Bootes nos revela Superaglomerados e um Void!


The Neighboring Superclusters
http://www.atlasoftheuniverse.com/superc.html



Bem, eu moro na roça, não crio gado (sou vegetariana),

não sou Boieira...., 
mas meus vizinhos são: gado leiteiro, gado de corte, gado.
Gosto de observar a cena poética e bucólica, 
a mansidão do gado pastando
nos campos verdes e ondulados da roça.
Três vezes por semana, vou buscar o leite, no vizinho,
e volto feliz e cheia de energia para fazer nosso iogurte, nosso queijo, nossa manteiga.





Eu penso que minha admiração, minha atração, pela estrela-alpha Bootis, Arcturus,
não acontece somente pelo fato de eu morar na roça e de estar rodeada de boieiros...  Não.

Richard H. Allen comenta sobre Arcturus:
Arcturus has been an object of the highest interest and admiration to all observant mankind from the earliest times, 
and doubtless was one of the first stars to be named; .............


Arcturus tem sido objeto do maior interesse e admiração a todos os observadores da humanidade desde os tempos mais longinquos,
e, sem dúvida alguma, foi uma das primeiras estrelas a ser nomeada;...................


http://www.siteastronomia.com/wp-content/uploads/2014/01/arcturus.jpeg?ea0d25


Boa Observação, Boa Leitura, Bons Estudos!


Com um abraço estrelado,
Janine Milward





Mario Jaci Monteiro - As Constelações, Cartas Celestes


http://www.heavens-above.com/constellation





http://www.ianridpath.com/atlases/urania/urania10.jpg






BOOTES, O BOIEIRO




Posicionamento:
Ascensão Reta 13h33m / 15h47m  -  Declinação +7o 6’ / +55o 2’


Mito:
O Boieiro é Arcas, cuja mãe Callisto foi transformada por Juno em um urso, que no céu é representado pela Ursa Maior .  Enquanto caçava, Arcas aproximou-se de sua mãe e, sem saber que esta havia se transformado em ursa, perseguiu-a até o templo de Júpiter onde a matou e mais tarde, foi ele mesmo morto pelos guardiões do templo.  Júpiter apiedado de tal situação, levou mãe e filho para os céus, através as constelações do Boieiro e da Ursa Maior. 

Existe outro relato que diz que o Boieiro é Icarius, que foi morto por alguns pastores que  ele havia embebedado com o vinho que ganhara de Bacho.  Em consideração à tristeza de sua filha Erigone e de seu cão, Maera, Júpiter colocou o pai no céu enquanto o Boieiro,  ao lado da filha enquanto a constelação da Virgem e seu cão, enquanto o Cão Menor.


Algumas Informações Interessantes acerca esta Constelação:
O Boieiro é uma das mais antigas constelações 
e foi mencionada em A Odisséia de Ulisses.


Fronteiras:
Bootes situa-se entre as constelações Coma Berenices, Virgo, Serpens, Corona Borealis, Hercules, Draco, Ursa Major, Canes Venatici.



6a. Edição do Atlas Celeste
de autoria de Ronaldo Rogério de Freitas Mourão,
Editora Vozes, Petrópolis, ano de 1986

http://www.iau.org/static/public/constellations/gif/BOO.gif




Algumas Estrelas e alguns Objetos interessantes, em Boieiro:


Arcturus.  Alpha Bootis. 
Ascensão Reta 14h 14,8 - Declinação +19o 17’
Magnitude visual 0,24 - Distância 36 anos-luz
Uma estrela amarelo dourada, situada no joelho esquerdo do Boieiro.  
De Arktouros, o Guarda da Ursa.  
Também conhecida como O Caçador à espera da Ursa.


Nekkar - Beta Bootis
O Bom Comedor, nome oriundo do árabe Al Nakkar.


Izar - Epsilon Bootis Estrela Dupla
AR 14h42m  Dec + 27o.17
Magnitude visual 2,7 e 5,1  Distância entre estrelas 2”,85
É uma estrela dupla e é considerada uma das mais belas estrelas do céu e freqüentemente chamada de Pulchérrima, a mais bela.  Izar parece se situar na cintura do Boieiro.  Também conhecida como O Véu, nome árabe que se refere ao véu da Cabeleira de Berenice.


Seginus. Gama Bootis.
Magnitude visual 3 - Distância 118 anos-luz
Uma estrela pequena situada no ombro esquerdo do Boieiro.  Cefeu, nome que aparece pela primeira vez no Atlas de Burritt.  Parece uma corruptela de Cepheus, segundo Allen.


Princeps.  Delta Bootis. 
Uma estrela amarelada pálida, situada na lança do Boieiro.



Asellus - Theta Bootis
O Pequeno Asno, vocábulo de origem latina para designar as estrelas Alfa, Iota e Chi do Boieiro, respectivamente como Primus, Secundus e Tertius.



Saak ou Muphrid - Eta Bootis
Magnitude visual 2.69 e Distância 32 anos-luz.
A Solitária do Lanceiro, designação proveniente do árabe Al Muphrid Al Ramih, que indica que a estrela se encontra afastada da constelação.


Zeta Bootis - Estrela Dupla
AR 14h38  Dec. + 13o.57
Magnitude visual 4,6 e 4,6 Distância entre estrelas 1”,08


Alazal - Pi Bootis


Alkalurops - Mu Bootis


R Bootis - Estrela Variável
Ascensão Reta 14h35m           Declinação +26o.52
Magnitudes:  Max 5,9     Min 12,8        Período 225,5
Tipo   PLG      Espectro M4e


W Bootis - Estrela Variável Irregular
Ascensão Reta 14h41m        Declinação +26o.44
Magnitudes:  Max  5,2   Min 6,1      Período
Tipo   IRR    Espectro K5



6a. Edição do Atlas Celeste
de autoria de Ronaldo Rogério de Freitas Mourão,
Editora Vozes, Petrópolis, ano de 1986


Bootes constellation map.png

http://pt.wikipedia.org/wiki/Arcturo#/media/File:Bootes_constellation_map.png



Arcturo (α Boo, α Boötis, Alpha Boötis), também conhecida como Arturo ou Arcturus,1 é a estrela mais brilhante da constelação do Boieiro. É a quarta estrela mais brilhante no céu nocturno.2
Pertence à classe espectral K do sistema de classificação estelar proposto por Annie Jump Cannon. O diâmetro de Arcturus é de aproximadamente 22.100.000 km, o que corresponde a 30 vezes maior que o do Sol e 1733 vezes maior do que o planeta Terra, a sua temperatura chega aos 4300 K (aproximadamente 4000 °C). É considerada como uma das estrelas que mais tende a durar (cerca de 9,3 bilhões de anos) devida a sua magnitude média (magnitude aparente de -0,04 e uma magnitude absoluta de 0,2). Antigamente era classificada como uma gigante vermelha, mas na reclassificação proposta pela NASA é considerada atualmente como uma média alaranjada. Está cerca de 33 anos-luz do sistema solar e é uma das estrelas mais brilhantes no céu terrestre.

Mitologia romana


Na mitologia romana, conforme relatado por Higino, Arcturus é o ateniense Icário. Ele morava com sua filha virgem Erígone e seu cão Maera. Ele hospedou Liber Pater, que o ensinou o segredo do vinho. Icário deu o vinho a uns pastores que, acreditando que Icário os tinha envenenado, o mataram a pauladas. Seu cão Maera, latindo sobre o corpo morto do dono, chamou Erígone, que se enforcou. Liber Pater então afligiu as mulheres atenienses com uma praga, que só terminou quando eles puniram os pastores e instituiram um festival em honra dos dois. Os deuses então transformaram ambos em estrelas: Erígone virou a constelação de Virgem e Icário a estrela Arcturus.3
http://pt.wikipedia.org/wiki/Arcturo



Beta Boötis (Nekkar, Meres, 42 Boötis) é uma estrela na direção da Boötes. Possui uma ascensão reta de 15h 01m 56.79s e uma declinação de +40° 23′ 26.3″. Suamagnitude aparente é igual a 3.49. Considerando sua distância de 219 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a −0.64. Pertence à classe espectral G8III.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Beta_Bo%C3%B6tis

Gamma Boötis (Seginus, Menkib al Aoua al Aisr, Humerus Sinister Latratoris, 27 Boötis) é uma estrela na direção da constelação de Boötes. Possui uma ascensão reta de 14h 32m 04.76s e uma declinação de +38° 18′ 28.4″. Sua magnitude aparente é igual a 3.04. Considerando sua distância de 85 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a 0.96. Pertence à classe espectral A7IIIvar. É uma estrela variável δ Scuti.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Gamma_Bo%C3%B6tis

Epsilon Boötis (Izar, Mirak, Pulcherrima, Mintek al Aoua, Cingulum Latratoris, 36 Boötis) é uma estrela binária na direção da constelação de Boötes. Possui umaascensão reta de 14h 44m 59.25s e uma declinação de +27° 04′ 27.0″. Sua magnitude aparente é igual a 2.35. Considerando sua distância de 210 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a −1.69. Pertence à classe espectral A0.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Epsilon_Bo%C3%B6tis





VV 340, a pair of interacting galaxies in Boötes
UGC 9618, Arp 302
/Image Credit: NASA, ESA, the Hubble Heritage (STScI/AURA)-ESA/Hubble Collaboration, and A. Evans (University of Virginia, Charlottesville/NRAO/Stony Brook University)
VV 340 (also known as UGC 9618 or Arp 302) is a pair of interacting spiral galaxies located about 450 million light-years away in the constellation of Boötes, while speeding away from us at 10,166 kilometers per second. VV 340A (or MCG+4-35-19) is seen edge-on to the left, and VV 340B (or MCG+4-35-18) face-on to the right.
UGC 9618 is a galaxy in the constellation Boötes. UGC 9618, also known as VV 340 or Arp 302 consists of a pair of very gas-rich spiral galaxies in their early stages of interaction. An enormous amount of infrared light is radiated by the gas from massive stars that are forming at a rate similar to the most vigorous giant star-forming regions in our own Milky Way. UGC 9618 is 450 million light-years away from Earth, and is the 302nd galaxy in Arp's Atlas of Peculiar Galaxies.
The face-on northern spiral galaxy is known as MCG +04-35-019UGC 9618N or UGC 9618B.


UGC 9618, also known as VV 340 or Arp 302 consists of a pair of very gas-rich spiral galaxies in their early stages of interaction: VV 340A is seen edge-on at top, and VV 340B face-on below. Composite image of X-ray data from Chandra (purple) and optical data from Hubble (red, green, blue).
SourceFlickrA Cosmic Exclamation Point: A pair of galaxies located about 450 million light years from Earth.
AuthorSmithsonian Institution



VÍDEO:
File:Tour of VV 340.ogv


Author: NASA/CXC/A. Hobart

Date: 




VV 340: A Cosmic Exclamation Point

These results on VV 340 were published in the June 2009 issue of the Publications of the Astronomical Society of the Pacific. The lead author was Lee Armus from the Spitzer Science Center in Pasadena, CA.



VV 340




VV 340

NGC 5752, NGC 5753, NGC 5754 and NGC 5755
Image Credit & Copyright: Adam Block/Mount Lemmon SkyCenter/University of Arizona 
(http://skycenter.arizona.edu/gallery)
Arp 297 is a quartet of galaxies, consisting of NGC 5752, NGC 5753, NGC 5754 and NGC 5755, which looks like a compact group but actually consists of two galaxy pairs at quite different distances, located in the constellation of Boötes, the Herdsman.
Arp 297, interacting galaxies in Boötes
NGC 5754, NGC 5752
Image Credit: NASA, ESA, the Hubble Heritage (STScI/AURA)-ESA/Hubble Collaboration, and W. Keel (University of Alabama, Tuscaloosa)
Arp 297 is a quartet of galaxies, consisting of NGC 5752, NGC 5753, NGC 5754 and NGC 5755, which looks like a compact group but actually consists of two galaxy pairs at quite different distances, located in the northern constellation of Boötes (the Herdsman). In this image we only see the interacting galaxies NGC 5754, the large spiral on top, and NGC 5752, the smaller companion in the bottom left corner.


NGC 5754 (espiral maior a direita) - NGC 5752 (imagem a esquerda e abaixo)
Hubble Space Telescope (4 de março de 1999)

NGC 5752 é uma galáxia espiral (Sb) localizada na direcção da constelação de Boötes. Possui uma declinação de +38° 43' 45" e umaascensão recta de 14 horas, 45 minutos e 14,2 segundos.
A galáxia NGC 5752 foi descoberta em 1 de Abril de 1878 por Lawrence Parsons.
http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_5752

NGC 5753 é uma galáxia espiral (S) localizada na direcção da constelação de Boötes. Possui uma declinação de +38° 48' 23" e uma ascensão recta de 14 horas, 45 minutos e 18,8 segundos.
A galáxia NGC 5753 foi descoberta em 1 de Abril de 1878 por Lawrence Parsons.http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_5753

NGC 5754 é uma galáxia espiral barrada na direção da constelação de Boötes. O objeto foi descoberto pelo astrônomo William Herschel em 1787, usando um telescópio refletor com abertura de 18,7 polegadas. Devido a sua moderada magnitude aparente (+13,1), é visível apenas com telescópios amadores ou com equipamentos superiores.

NGC 5755 é uma galáxia espiral barrada na direção da constelação de Boötes. O objeto foi descoberto pelo astrônomo Lawrence Parsons em 1878, usando um telescópio refletor com abertura de 72 polegadas. Devido a sua moderada magnitude aparente (+13,5), é visível apenas comtelescópios amadores ou com equipamentos superiores.




http://www.atlasoftheuniverse.com/superc/boo.html


Aglomerado de Galáxias
Abell 1795

A1795 - from the Digitized Sky Survey


Existem dois Superaglomerados em Bootes  dentro do escopo de um bilhão de anos-luz.  O mais próximo situa-se a cerca de 830 milhões de anos luz e o segundo situa-se diretamente por detrás deste e numa distância de cerca de 1 bilhão de anos-luz.  No entanto, esta região do céu é muito famosa em função do imenso Bootes Void que situa-se próximo a estes dois superclusters e contido entre 300 milhões de anos.  Não existem outros grandes aglomerados de galáxias neste Void - mesmo que algumas galáxias individuais tenham sido observadas e, dessa forma, o Void não está inteiramente vazio.


Veja abaixo a Lista Abell para Galáxias existentes nestes dois superclusters em Bootes:

Abell         Cordenadas      Redshift        Distance                    Riqueza/        Notas
Número      Equatoriais       z                             Milhões anos-luz       Brilho
RA       Dec                        H=70km/s/Mpc

A1781      13 44.5  +29 51   .0606           820                          0
A1795      13 49.0  +26 35   .0619          840                           2
A1825      13 58.0  +20 39   .0583         790                           0
A1827      13 58.2  +21 42   .0642          870                           1
A1828      13 58.4  +18 23   .0611           840                           1
A1831      13 59.2  +27 59   .0603          815                            1
A1775      13 41.9  +26 22   .0705          950                           2
A1800      13 49.7  +28 04   .0743         1000                         0
A1861      14 07.5  +27 49      -               -                                           1   distância  ainda incerta
A1873      14 11.7  +28 09   .0764          1025                         0
A1898      14 20.6  +25 09   .0762         1025                         1


Os superaglomerados Bootes são famosos principalmente em função do fato de que situam-se próximos (e um pouco atrás) ao Void Bootes.  Este é um dos mais famosos voids no universo principalmente porque foi um dos primeiros maiores a ser descoberto, em 1981.  O centro do void situa-se cerca de 700 milhões de anos-luz de nós (redshift 0,052) e possui um diâmetro de cerca de 300 milhões de anos-luz.





http://www.atlasoftheuniverse.com/superc/boo.html

The Boötes Superclusters

There are two superclusters in Bootes within one billion light years. The nearest one is about 830 million light years away - the second one lies directly behind it at a distance of about 1 billion light years. This map shows all of the galaxies brighter than magnitude 17 (from the HyperLeda database) in this part of the sky. The locations of the major clusters of galaxies are marked. On the right side of the map is the much closer Coma cluster (A1656), and on the left are some of the clusters in the Corona Borealis supercluster which is probably connected to the two Bootes superclusters by a wall of galaxies.



http://www.atlasoftheuniverse.com/superc/boo.html


http://www.atlasoftheuniverse.com/superc/boo.html

The Boötes Void

The Bootes superclusters are famous mainly because they lie next to (and slightly behind) the Bootes void. This void is one of the most famous voids in the universe mainly because it was one of the first major voids discovered. It was discovered in 1981. The centre of the void is about 700 million light years from us (redshift 0.052) and it has a diameter of about 300 million light years.
This map below is a plot of all the galaxies brighter than magnitude 17 in this part of the sky. The location of the Bootes void is marked. The void contains very few galaxies, although there are a lot of foreground galaxies between us and the void. This map shows how the void is bordered to the south and west by several major superclusters, including the Bootes superclusters to the southeast.
The Neighboring Superclusters
http://www.atlasoftheuniverse.com/superc.html

About the Map

Galaxies and clusters of galaxies are not uniformly distributed in the Universe, instead they collect into vast clusters and sheets and walls of galaxies interspersed with large voids in which very few galaxies seem to exist. The map above shows many of these superclusters including the Virgo supercluster - the minor supercluster of which our galaxy is just a minor member. The entire map is approximately 7 percent of the diameter of the entire visible Universe.
http://www.atlasoftheuniverse.com/superc.html
An all-sky plot of the 60000 brightest galaxies shows how galaxies clump together into large supercluster formations. The positions of some of the major superclusters are marked although only the nearest superclusters are prominant. Only four of these galaxies are visible with the naked eye. The large, dark, circular band is the plane of our own Galaxy where it is difficult to see distant galaxies because of all the foreground gas, dust and stars.







The Night Sky Atlas

http://www.nightskyatlas.com/index.jsp?rightAscension=14.7&declination=36.0


Visible in December before dawn, to August after dusk, best in April.








Named Stars Index - The Night Sky Atlas

Bootes:  Visible in January before dawn, to September after dusk, best in May.
μ2
Mu 2
´shepherd's crook´
α
Alpha
´bear-guard´
ε
Epsilon
´loins´ or ´loincloth´
η
Eta
´isolated, single one (of the lance-bearer)´
β
Beta
´cattleman´
γ
Gamma
from Theguius; medieval Latin translit. of Arabic tlt. of Greek ´Bootes´

DSO Names - The Night Sky Atlas


Bootes:  Visible in December before dawn, to August after dusk, best in April.
14h 14.9m
+18° 33.3´
also Picot 1, small asterism under Arcturus shaped like Napoleon´s hat

Asterisms - The Night Sky Atlas


Bootes:  Visible in December before dawn, to August after dusk, best in April.
1
23 deg
A Kite-shaped figure enclosed by Alpha; Beta; Gamma; Delta; Epsilon and Rho Bootis
8
20' X 7'
7 stars form a chain that does indeed look like the outline of a French Marshall´s hat in the 18th century; 40 arcminutes south of Arcturus

Principal Stars of Bootes - The Night Sky Atlas


Multiple Stars of Bootes - The Night Sky Atlas


NGC Objects in Bootes - The Night Sky Atlas

Galaxy Clusters of Bootes - The Night Sky Atlas

IC Objects in Bootes - The Night Sky Atlas





Bootes
http://www.aradergalleries.com/detail.php?id=3643
Johann Bayer — Bootes



Os desenhos formados pelas estrelas – As Constelações - são como janelas que se abrem para a infinitude do universo e que possibilitam nossa mente a ir percebendo que existe mais, bem mais, entre o céu e a terra...;
 bem como percebendo que o caos, vagarosamente, vai se tornando Cosmos e sendo por nossa mente conscientizado. 



 Quer dizer, nossa mente é tão infinita quanto infinito é o Cosmos.

COM UM ABRAÇO ESTRELADO,
Janine Milward



REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS IMPRESSAS:

COMPILAÇÃO E TRADUÇÃO literal (quando necessária) de Janine Milward:

As Cartas Celestes foram realizadas por Mario Jaci Monteiro e escaneadas por Janine
-  Mario Jaci Monteiro , As Constelações, Cartas Celestes -


Apoio: CARJ/MEC/CAPES/PADCT-SPEC


http://www.atlasoftheuniverse.com/superc.html - The Universe within 1 billion light years

http://www.atlasoftheuniverse.com/superc/boo.html - The Bootes Superclusters

http://www.atlasoftheuniverse.com/index.html


This website belongs to Richard Powell. You may copy this website in its entirety for personal use. Schools and colleges can copy this website for their own internal use. It is always acceptable to use this website for classroom projects.

http://www.heavens-above.com/constellation




Richard Hinckley Allen, Star Names, Their Lore and Meaning, Dover Publications, Inc, New York, USA


- 6a. Edição do Atlas Celeste
de autoria de Ronaldo Rogério de Freitas Mourão,
Editora Vozes, Petrópolis, ano de 1986
(com dedicatória do próprio autor para mim
em evento realizado no Museu de Astronomia do Rio de Janeiro,
em 16/06/1989)

-  Mario Jaci Monteiro , As Constelações, Cartas Celestes -
Apoio: CARJ/MEC/CAPES/PADCT-SPEC  -  com dedicatória do autor para mim, em março de 2004 (quando Mário Jaci generosamente me presenteou com um instrumento de observação (kepleriano) artesanalmente construído por ele).


Sourcehttp://hubblesite.org/newscenter/archive/releases/2008/16/image/a/ (direct link)
AuthorNASA, ESA, the Hubble Heritage (STScI/AURA)-ESA/Hubble Collaboration, and A. Evans (University of Virginia, Charlottesville/NRAO/Stony Brook University)

Da Terra  ao Céu
 e ao Infinito

Constelações, Estrelas e Objetos Celestes
(sob o ponto de vista do Mundo Ocidental)
Suas histórias, seus mitos, seus significados e suas sintetizadas descrições

Reunião das Informações e Compilação,
Tradução para a língua portuguesa (em alguns momentos)
bem como Comentários Pessoais:
Janine Milward

Os desenhos formados pelas estrelas - AS CONSTELAÇÕES - são como janelas que se abrem para a infinitude do universo e que possibilitam nossa mente a ir percebendo que existe mais, bem mais, entre o céu e a terra bem como percebendo que o caos, vagarosamente, vai se tornando Cosmos e este por nossa mente sendo conscientizado. 

Quer dizer, nossa mente é tão infinita quanto infinito é o Cosmos.

Alguns dados
(tais como Ascensão Reta e Declinação, em muitos dos casos)
são época/equinócio 1980
e devem requerer do Caminhante do Céu
alguma pequena retificação.
Obrigada por sua compreensão.

Visitando os Sites abaixo,
 você conseguirá informações atualizadas e preciosas
sobre os Objetos Celestiais de seu interesse:

NASA/IPAC EXTRAGALACTIC DATABASE –
NASA/IPAC Extragalactic Database (NED) -  operated by the Jet Propulsion Laboratory, California Institute of Technology, under contract with the National Aeronautics and Space Administration.


THE NIGHT SKY ATLAS
The night sky atlas creates images of any part of the night sky, allowing easy location of any object. Detailed chart images show all stars visible to the naked eye, the constellations, Messier objects, and names of the brightest stars.

The Internet STELLAR DATABASE
- stars within 75 light-years.  (Plus some of the more well-known "name brand" stars farther away.)








http://en.wikipedia.org/wiki/File:Hubble_Interacting_Galaxy_UGC_9618_(2008-04-24).jpg

Sourcehttp://hubblesite.org/newscenter/archive/releases/2008/16/image/ab/ (direct link)
AuthorNASA, ESA, the Hubble Heritage (STScI/AURA)-ESA/Hubble Collaboration, and A. Evans (University of Virginia, Charlottesville/NRAO/Stony Brook University)
Object nameUGC 9618, VV 340, Arp 302, VV 340A, VV 340B, KPG 446B
Object descriptionInteracting Galaxies
Position (J2000)14 57 00.90
+24 37 01.7
ConstellationBo tes
Distance450 million light-years (150 million parsecs)