domingo, 17 de maio de 2015

Saturno em seu melhor momento!

 Olá!

Neste ano a oposição de Saturno ao Sol
vem nos brindando com a visão do Senhor dos Aneis
em seu melhor momento.
A oposição acontecerá no próximo dia 22
e eu penso que será bem por volta da meia-noite
que o Planeta encontrar-se-á no meio-do-céu,
culminando na abóbada celeste,
em noite escura e transparente de outono
e com a Lua crescendo já bem escondida no horizonte oeste.

Se acaso você nunca estêve diante de um telescópio para observar o Senhor dos Aneis,
certamente o ano de 2015 estará lhe oferecendo esta oportunidade
de maneira incrivelmente abençoada,
quer dizer, 
 tanto os aneis propriamente ditos como o corpo planetário
estarão se apresentando muito apropriadamente
para nossos estudos e para nossas observações.
(Confira nas Imagens aqui apresentadas)

Caro Leitor, prepare seus aparelhos ópticos
e seus apetrechos fotográficos:
Saturno encontra-se em seus melhores momentos
tanto para nossa observação
quanto para nosso embevecimento através as belíssimas imagens
que poderão ser realizadas!

Boa Observação, Caro Leitor,
e se quiser saber um tantinho mais
sobre a Missão Cassini visitando o Senhor dos Aneis,
leia esta Postagem.

Com um abraço estrelado,
Janine Milward




Programa Stellarium

Programa Stellarium


Programa Stellarium


Programa Stellarium





 Serene Saturn 

http://photojournal.jpl.nasa.gov/catalog/PIA18314
Original Caption Released with Image:
From a distance Saturn seems to exude an aura of serenity and peace.
In spite of this appearance, Saturn is an active and dynamic world. Its atmosphere is a fast-moving and turbulent place with wind speeds in excess of 1,100 miles per hour (1,800 km per hour) in places. The lack of a solid surface to create drag means that there are fewer features to slow down the wind than on a planet like Earth.
Mimas, to the upper-right of Saturn, has been brightened by a factor of 2 for visibility.
In this view, Cassini was at a subspacecraft latitude of 19 degrees North. The image was taken with the Cassini spacecraft wide-angle camera on Feb. 4, 2015 using a spectral filter centered at 752 nanometers, in the near-infrared portion of the spectrum.
The view was obtained at a distance of approximately 1.6 million miles (2.5 million kilometers) from Saturn. Image scale is 96 miles (150 kilometers) per pixel.
The Cassini mission is a cooperative project of NASA, ESA (the European Space Agency) and the Italian Space Agency. The Jet Propulsion Laboratory, a division of the California Institute of Technology in Pasadena, manages the mission for NASA's Science Mission Directorate, Washington. The Cassini orbiter and its two onboard cameras were designed, developed and assembled at JPL. The imaging operations center is based at the Space Science Institute in Boulder, Colorado.
For more information about the Cassini-Huygens mission visit http://saturn.jpl.nasa.gov and http://www.nasa.gov/cassini. The Cassini imaging team homepage is at http://ciclops.org.
Image Credit:
NASA/JPL-Caltech/Space Science Institute

Image Addition Date:
2015-05-11

SATURNO !

Neste próximo dia 22 de maio,
 Sol e Saturno 
estarão vivenciando uma Oposição
e eu penso que esta oportunidade
é excelente para podermos trazer
alguma informação
sobre a Sonda Cassini, da NASA,
cumprindo Missão em Saturno!




This view of Saturn looks toward the unilluminated side of the rings from about 28 degrees below the ringplane.
http://www.nasa.gov/jpl/cassini/pia17162/#.U2D0RFVdVbc
Image Credit: NASA/JPL-Caltech/Space Science Institute
Christiaan HuygensPainting

Giovanni Domenico Cassini
1625 - 1712
Os Aneis e Luas de Saturno


Cassini-Huygens é uma sonda espacial não-tripulada enviada em missão ao planeta Saturno e seu sistema planetário. Um projeto conjunto da NASAESA (Agência Espacial Europeia) e ASI (Agência Espacial Italiana), ela consiste de dois elementos principais, o orbitador Cassini e a sonda Huygens. Lançada ao espaço em 15 de outubro de 1997, ela entrou em órbita de Saturno em 1 de julho de 2004 e continua em operação, estudando o planeta, seus satélites naturais, a heliosfera e testando aTeoria da Relatividade.
Um projeto que levou duas décadas de planejamento e desenvolvimento até seu lançamento, após uma viagem interplanetária de quase sete anos, na qual sobrevoouVênus e Júpiter, a nave entrou em órbita de Saturno na metade de 2004; em dezembro daquele ano a sonda Huygens separou-se do orbitador Cassini e em 14 de janeiro de 2005 entrou na atmosfera e pousou na superfície do maior satélite de Saturno, Titan, transmitindo imagens e dados para a Terra, na primeira vez em que um objeto construído pelo Homem pousou num corpo celeste do Sistema Solar exterior.
A Cassini-Huygens integra o Programa Flagship para os planetas exteriores, o maior e mais caro programa espacial não-tripulado da NASA. As outras missões deste programa incluem as Viking, as Voyager e a Galileu.1 A espaçonave de duas partes foi batizada em homenagem aos astrônomos Giovanni Cassini e Christiaan Huygens.
LEIA MAIS, MUITO MAIS EM 
.........................................................


Ficheiro:Cassini Interplanet traject.jpg
Trajetória da Cassini-Huygens pelo Sistema Solar. Partindo da Terra a 15 de outubro de 1997, a sonda espacial chegou a Saturno em 1 de Julho de 2004.



Eventos importantes

15 de Outubro de 1997 — Cassini-Huygens lançada de Cabo Canaveral às 08:43 UTC.27
26 de Abril de 1998 — Primeira passagem pelo planeta Vénus para empurrão gravitacional, sobrevoando a superfície do planeta a 283 km de altitude e ganhando um empuxo em velocidade de 7 km/s.28
24 de Junho de 1999 — Segunda passagem pelo planeta Vénus para empurrão gravitacional.29
18 de Agosto de 1999 03:28 UTC — Passagem pelo planeta Terra para empurrão gravitacional. Uma hora e vinte minutos antes, a Cassini fez a maior aproximação à Lua a uma distância de 377 000 km, e tirou uma série de imagens de calibração. A nave sobrevoou a Terra a 1171 km de altitude e ganhou um empuxo em velocidade de 5,5 km/s.30

30 de Dezembro
 de 2000
 — Passagem pelo planeta Júpiter para empurrão gravitacional. A Cassini esteve no ponto mais próximo deste planeta neste dia, e fez muitas medições científicas. Também produziu o retrato colorido global mais detalhado de Júpiter; as menores caraterísticas têm aproximadamente 60 km de diâmetro.3223 de Janeiro de 2000 — Passagem pelo asteroide 2685 Masursky às 10:00 UTC. A Cassini fez imagens 5 a 7 horas antes a 1,6 milhões de km de distância e estimou um diâmetro de 15 a 20 km para o asteróide.31
30 de Maio de 2001 — Na viagem entre Júpiter e Saturno, notou-se o aparecimento de um "embaçamento" nas fotografias tiradas pela câmera de ângulo cerrado da Cassini. De início, foi visto numa fotografia da estrela Maia do aglomerado das Plêiades, tirada depois de um período de aquecimento de rotina.
23 de Julho de 2002 — No final de Janeiro, um teste foi feito para remover o "embaçamento" das lentes da câmara de ângulo cerrado, aquecendo-a. O objetivo foi alcançado aquecendo-se a câmera até 4 graus Celsius durante oito dias. Mais tarde, o aquecimento foi estendido para 60 dias, e a imagem da estrela Spica mostrou um melhoramento de mais de 90% quando comparado com o período anterior ao aquecimento. A 9 de Julho, a imagem mostrou que o procedimento de remoção de embaçamento foi completado com sucesso.33
10 de Outubro de 2003 — A equipe de cientistas da Cassini anunciou os resultados de um teste da teoria da relatividade de Einstein, usando sinais de rádio da sonda Cassini. Os cientistas observaram uma mudança de frequência nas ondas de rádio de e para a sonda, assim que esses sinais viajaram mais perto do Sol. Testes anteriores estavam de acordo com as previsões teóricas com uma precisão de uma parte em mil. A experiência da Cassini melhorou a precisão até cerca de 20 partes em um milhão, com os dados ainda a suportar a teoria de Einstein.

Chegada a Saturno

27 de Fevereiro de 2004 — Uma nova fotografia de alta resolução tirada pela Cassini no dia 9 de Fevereiro foi divulgada. A imagem surpreendeu os cientistas da missão devido ao fato de não ser visível nenhum "fantasma" nos anéis de Saturno. Estas estruturas escuras na secção "B" do anel foram descobertas nas imagens tiradas pela sonda Voyager em 1981.34 Outra imagem, em luz infravermelha, tirada a 16 de Fevereiro mostra diferenças na altura das nuvens.35 A mesma perturbação era visível nas imagens tiradas pelo Telescópio Espacial Hubble nos anos 90 do século XX.
12 de Março de 2004 — Fotografias tiradas a 23 de Fevereiro não mostram uma característica descoberta pela Voyager: espessamentos no exterior do anel "F". Ao tempo, o que não pôde ser deduzido foi o tempo de vida exato destes espessamentos, e espera-se que a Cassini produza dados decisivos sobre esta questão. O primeiro conjunto de imagens mostra um conjunto de espessamentos ao longo do anel "F".36
26 de Março de 2004 — A equipe de cientistas da Cassini publicou a primeira sequência de imagens de Saturno mostrando nuvens a moverem-se em alta velocidade ao redor do planeta. Usando um filtro para ver melhor o vapor de água no topo da cobertura de nuvens densas, movimentos nas regiões equatorial e sul são claramente visíveis. As imagens foram obtidas entre os dias 15 e 19 de Fevereiro.37
15 de Abril de 2004 — A NASA anunciou que os dois satélites naturais descobertos pela Voyager 1 foram avistados, de novo, pela Cassini em imagens tiradas no dia 10 de Março: Prometheus e Pandora. Estes não são satélites comuns, pois o seu efeito gravitacional no anel 'F' levou a que os cientistas os chamassem de "satélites pastores". A sua descoberta emocionou os pesquisadores interessados na dinâmica do sistema de anéis, porque as suas órbitas são próximas o suficiente para que elas interajam uma com a outra de uma forma "caótica". Uma das missões da missão será monitorar de perto os movimentos destes corpos.

Entrada no sistema saturniano

18 de Maio de 2004 — A Cassini entrou no sistema saturniano. O efeito gravitacional de Saturno começou a sobrepor-se à influência do Sol.
20 de Maio de 2004 — Foi divulgada a primeira imagem de Titan. Foi feita a 5 de Maio a uma distância de 29,3 milhões de quilômetros.38
11 de Junho de 2004 — A Cassini sobrevoa o satélite natural Phoebe às 19:33 UT a 2068 quilômetros de distância. Todos os onze instrumentos a bordo operaram como esperado e todos os dados foram adquiridos. Os cientistas planejam usar os dados para criar mapas globais do satélite coberto de crateras e para determinar sua composição, massa e densidade. Vários dias serão necessários para que os cientistas possam rever os dados e chegar a conclusões mais concretas.

Inserção orbital em Saturno e pouso em Titan

1 de Julho de 2004 — A Inserção orbital em Saturno foi efetuada com sucesso, entre os anéis F e G do planeta. Aproximando-se a 19.980 km do topo das nuvens na superfície, fotografias dos anéis foram tiradas e enviadas para os cientistas da missão na Terra.39 Os cientistas surpreenderam-se com a claridade e o detalhes das imagens e vão pesquisá-las durante um bom tempo.
2 de Julho de 2004 — A primeira passagem por Titan foi executada e as primeiras imagens foram enviadas para a Terra. Devido ao plano orbital inicial, a Cassini passou pelo polo sul da lua a uma distância maior que em sobrevoos posteriores. Contudo, durante uma conferência de imprensa a 3 de Junho, os cientistas da missão mostraram imagens que já os forçavam a rever teorias. Agora parece que as características de albedo mais escuro e claro na superfície representam, de fato, materiais diferentes. Ao contrário do esperado, as regiões geladas eram mais escuras que as áreas onde outra matéria (possivelmente orgânica) está misturada com gelo.
16 de agosto de 2004 — Os cientistas anunciam a descoberta de duas novas luas em órbita de Saturno e o sucesso de um dos objetivos do programa: localizar pequenas e desconhecidas luas em volta do planeta. As luas seriam mais tarde batizadas como Methone e Palene.40
25 de dezembro de 2004 — A sonda de pouso Huygens separa-se da Cassini às 02:00 UTC e inicia sua viagem de 22 dias até a atmosfera de Titan.22
14 de Janeiro de 2005 — A Huygens entra na atmosfera de Titan às 09:06 UTC e pousa na sua superfície às 11:35 UTC.2
LEIA MAIS, MUITO MAIS EM 

.......................................................

Situação atual

A missão Cassini-Huygens chegou a Saturno em julho de 2004 e deveria operar até 2008. Em 15 de abril deste ano, ela recebeu mais fundos do governo para uma prorrogação de dois anos de pesquisas e passou a ser chamada de Missão Cassini Equinox, pois continuaria operacional durante o equinócio em Saturno. Neste período de dois anos, iniciado em 1 de julho de 2010, a Cassini pôde realizar mais 60 órbitas de Saturno, 21 sobrevoos próximos de Titan, sete de Enceladus, seis de Mimas, sete de Tethys, e um sobre DioneRhea eHelene.5

Ao fim do segundo período de operações, a missão recebeu nova prorrogação, desta vez de cerca de sete anos, agora com o nome de Missão Cassini Solstice, até 2017, quando será a época do solstício de verão no hemisfério norte do planeta. Desde então ela vem realizando e realizará 155 órbitas em Saturno, 55 sobrevoos de Titan e 11 de Enceladus.55 A missão deverá se encerrar definitivamente no primeiro semestre de 2017, quando a espaçonave, depois de uma órbita a apenas 3000 km da superfície de Saturno, deverá ser direcionada para um mergulho na atmosfera do planeta, sendo destruída.A missão Cassini-Huygens chegou a Saturno em julho de 2004 e deveria operar até 2008. Em 15 de abril deste ano, ela recebeu mais fundos do governo para uma prorrogação de dois anos de pesquisas e passou a ser chamada de Missão Cassini Equinox, pois continuaria operacional durante o equinócio em Saturno. Neste período de dois anos, iniciado em 1 de julho de 2010, a Cassini pôde realizar mais 60 órbitas de Saturno, 21 sobrevoos próximos de Titan, sete de Enceladus, seis de Mimas, sete de Tethys, e um sobre DioneRhea eHelene.54

LEIA MAIS, MUITO MAIS EM


http://www.lpi.usra.edu/opag/march_08_meeting/presentations/spilker.pdf




Cassini Mission 
NASA's Jet Propulsion Laboratory

Cassini spacecraft

Cassini's Superhuman Senses05.26.04 
The Cassini spacecraft is loaded with an array of sophisticated instruments and cameras, to deliver valuable data from the mission to scientists around the world.

Image right: An animation showing the Cassini spacecraft various instruments. + View QuickTime (.8 Mb)
Image credit: NASA/JPL
 




Belíssima Imagem realizada por Amador:

A Gaggle of Moons by Emily Lakdawalla


http://saturn.jpl.nasa.gov/multimedia/images/amateur-image/images/IMG004988.jpg

A Gaggle of Moons by Emily Lakdawalla
February 25, 2014


From the producer, Emily Lakdawalla:
“Cassini caught five moons at the edge of Saturn’s ring system in this natural color photo from July 29, 2011. From left, the moons are Janus, Pandora, Enceladus, Mimas, and Rhea.”
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.



https://www.facebook.com/photo.php?fbid=398019360269874&set=a.398017803603363.90660.398017433603400&type=3&theater



Informações básicas extraídas da Página do Facebook

acessada em

    Sobre

    Exploring Saturn system since 2004, the Cassini mission has revolutionized our view of the planet, its rings, and moons. The mission is a cooperative project of NASA, the European Space Agency and the Italian space agency, Agenzia Spaziale Italiana (ASI).
    Missão
    The Cassini program is an international cooperative effort involving NASA, the European Space Agency (ESA) and the Italian space agency, Agenzia Spaziale Italiana (ASI), as well as several separate European academic and industrial contributors. The Cassini partnership represents an undertaking whose scope and cost would not likely be borne by any single nation, but is made possible through shared investment and participation. Through the mission, about 260 scientists from 17 countries hope to gain a better understanding of Saturn, its stunning rings, its magnetosphere, Titan and its other icy moons.
    Descrição
    Cassini completed its initial four-year mission to explore the Saturn System in June 2008 and the first extended mission, called the Cassini Equinox Mission, in September 2010. Now, the healthy spacecraft is seeking to make exciting new discoveries in a second extended mission called the Cassini Solstice Mission.

    The mission’s extension, which goes through September 2017, is named for the Saturnian summer solstice occurring in May 2017. The northern summer solstice marks the beginning of summer in the northern hemisphere and winter in the southern hemisphere. Since Cassini arrived at Saturn just after the planet's northern winter solstice, the extension will allow for the first study of a complete seasonal period.

    Cassini launched in October 1997 with the European Space Agency's Huygens probe. The probe was equipped with six instruments to study Titan, Saturn's largest moon. It landed on Titan's surface on Jan. 14, 2005, and returned spectacular results.

    Meanwhile, Cassini's 12 instruments have returned a daily stream of data from Saturn's system since arriving at Saturn in 2004.

    Among the most important targets of the mission are the moons Titan and Enceladus, as well as some of Saturn’s other icy moons. Towards the end of the mission, Cassini will make closer studies of the planet and its rings.

    More about the mission: http://saturn.jpl.nasa.gov/mission/introduction/
    Informação Geral
    This is the official Facebook page for NASA's Cassini mission. We invite you to post comments on our page. We ask that you be courteous and stay on topic. Inappropriate language or posts that harass other individuals will be removed. Users inappropriately claiming to represent NASA, JPL or the Cassini mission may be banned from this page.

    If you're looking for the official source of information about NASA, please visit our homepage at www.nasa.gov.
    https://www.facebook.com/NASACassini/info



    Crescent Saturn


    Credit: NASA/JPL-Caltech/Space Science Institute



    http://saturn.jpl.nasa.gov/mission/introduction/

    Mission Overview

    Cassini completed its initial four-year mission to explore the Saturn System in June 2008 and the first extended mission, called the Cassini Equinox Mission, in September 2010. Now, the healthy spacecraft is seeking to make exciting new discoveries in a second extended mission called the Cassini Solstice Mission.
    The mission’s extension, which goes through September 2017, is named for the Saturnian summer solstice occurring in May 2017. The northern summer solstice marks the beginning of summer in the northern hemisphere and winter in the southern hemisphere. Since Cassini arrived at Saturn just after the planet's northern winter solstice, the extension will allow for the first study of a complete seasonal period.
    Cassini launched in October 1997 with the European Space Agency's Huygens probe. The probe was equipped with six instruments to study Titan, Saturn's largest moon. It landed on Titan's surface on Jan. 14, 2005, and returned spectacular results.
    Meanwhile, Cassini's 12 instruments have returned a daily stream of data from Saturn's system since arriving at Saturn in 2004.
    Among the most important targets of the mission are the moons Titan and Enceladus, as well as some of Saturn’s other icy moons. Towards the end of the mission, Cassini will make closer studies of the planet and its rings.



    Jewel of the Solar System



    Jewel of the Solar System
    A swing high above Saturn by NASA's Cassini spacecraft revealed this stately view of the golden-hued planet and its main rings. The view is in natural color, as human eyes would have seen it. This mosaic was made from 36 images in three color filters obtained by Cassini's imaging science subsystem on Oct. 10, 2013. The observation and resulting image mosaic were planned as one of three images for Cassini's 2013 Scientist for a Day essay contest.  
    Saturn sports differently colored bands of weather in this image. For instance, a bright, narrow wave of clouds around 42 degrees north latitude appears to be some of the turbulent aftermath of a giant storm that reached its violent peak in early 2011. The mysterious six-sided weather pattern known as the hexagon is visible around Saturn's north pole.
    When Cassini arrived in 2004, more of the northern hemisphere sported a bluish hue and it was northern winter. The golden tones dominated the southern hemisphere, where it was southern summer. But as the seasons have turned and northern spring is in full swing, the colors have begun to change in each hemisphere as well. Golden tones have started to dominate in the northern hemisphere and the bluish color in the north is now confined to a tighter circle around the north pole. The southern hemisphere has started getting bluer, too.
    The rings shown here include Saturn's main rings. The rings known as the C, B and A rings -- listed here in order of closeness to Saturn -- are easily seen. The F ring is also there, but not easily seen without enhancing the contrast of the image. (Rings were named in order of their discovery rather than their position around Saturn.) The rings also cast a shadow on Saturn at the limb of the planet in the lower right quadrant.
    Cassini is currently in a set of tilted orbits known as "inclined orbits" that allow it to swing up over the north pole and below the south pole. Much of Cassini's time is spent close to the equatorial plane, where most of Saturn's rings and moons are located.
    The Cassini-Huygens mission is a cooperative project of NASA, the European Space Agency and the Italian Space Agency. The Jet Propulsion Laboratory, a division of the California Institute of Technology, Pasadena, manages the Cassini-Huygens mission for NASA's Science Mission Directorate in Washington. The Cassini orbiter and its two onboard cameras were designed, developed and assembled at JPL. The imaging team consists of scientists from the United States, the United Kingdom, France and Germany. The imaging operations center is based at the Space Science Institute in Boulder, Colo.
    For more information about the Cassini-Huygens mission visit http://www.nasa.gov/cassini and http://saturn.jpl.nasa.gov.
    Image credit: NASA/JPL-Caltech/SSI/Cornell





    SAIBA MAIS E MAIS 
    SOBRE A MISSÃO CASSINI
    ACESSANDO





    COM UM ABRAÇO ESTRELADO,
    Janine Milward


    VISITE MINHA PÁGINA
    DA TERRA AO CÉU E AO INFINITO
    http://daterraaoceueaoinfinito.blogspot.com.br/