segunda-feira, 15 de junho de 2015

Pavo, o exuberante Pavão apresentando-se timidamente bem ao sul


Olá!

Caro Leitor, veja que a constelação do Pavão
possivelmente assim tenha sido nomeada
em função de suas estrelinhas espraiadas
figurando a belíssima cauda!

No entanto, com exceção da estrela-alpha Pavonis, Peacock 
(cuja magnitude aparente é igual a 1.94), 
todas as demais tantas estrelinhas
apresentam-se em magnitude além de 3...  

Quer dizer, a belíssima cauda do Pavão
pode ser observada 
somente em lugares de céus bem escuros e transparentes 
e em noites sem Lua.

Nesses momentos em que podemos vislumbrar
o Escorpião e o Sagitário
atuando o Revirão da Via Lactea
por volta da meia-noite,
penso que é também interessante tentarmos divisar
e bem observarmos
a constelação Pavo, o Pavão,
buscando sua estrela-farol, estrela-alpha Pavonis, Peacock,
um tantinho mais ao sul do encontro entre Scorpio e Sagittarius.

Eu penso que a constelação Grus, o pássaro Grou,
é bem fácil de ser divisada
- com a estrela-alpha Gruis, Alnair, atuando enquanto baliza
de um pelotão de estrelinhas que a seguem perfiladas.
Para nós, no hemisfério sul,
Pavo, o Pavão, encontra-se bem à direita de Grus, o pássaro Grou
e à esquerda de Triangulum Australis, o Triângulo Austral,
com sua estrela-alpha Trianguli Australis, seu farol intenso, Atria.



Stellarium


Stellarium


Stellarium




Unido a Pavo, o Pavão, encontra-se o Índio, Indus,

uma constelação de estrelas pouco iluminadas
- porém que acolhe 
a 12 anos-luz de distância da Terra
EPSILON INDI, 
uma das 20 estrelas mais próximas do Sol.






http://www.atlascoelestis.com/baj%2051.htm
Iohann Bayer   - Uranometria , Augusta 1603




Outra questão também muito importante

a ser comentada sobre a proximidade das constelações Pavão e Índio
é o fato de que comungam o chamado
Super Aglomerado Pavo-Indus
- considerado um Aglomerado não muito importante
por não ser uma concentração densa de galáxias 
e por não conter qualquer rico aglomerado de galáxias. 

Com um abraço estrelado,
Janine Milward




http://www.raremaps.com/gallery/enlarge/33613

http://www.raremaps.com/gallery/detail/33613/Celestial_Map_of_the_Southern_Hemisphere/Pardies.html
Title: [Celestial Map of the Southern Hemisphere]   Map Maker: Ignace Gaston Pardies


http://nomiwowwallpapers.blogspot.com.br/2014/02/peacock-wallpapers.html


  




Mario Jaci Monteiro - As Constelações, Cartas Celestes


http://nomiwowwallpapers.blogspot.com.br/2014/02/peacock-wallpapers.html





 PAVO, O PAVÃO



Posicionamento:
Ascensão Reta  17h37m / 21h30m    Declinação -56o.8 / -75o.0

História:
Constelação formada por Bayer, 1604.


Mito:
Representa Argos, o construtor do navio Argo, 
que foi transformado em um pavão por Juno 
quando o Navio foi colocado nos céus.

Fronteiras:

Indus, Telescopim, Ara, Apus e Octans



- 6a. Edição do Atlas Celeste
de autoria de Ronaldo Rogério de Freitas Mourão,
Editora Vozes, Petrópolis, ano de 1986


http://penelope.uchicago.edu/Thayer/E/Gazetteer/Topics/astronomy/_Texts/secondary/ALLSTA/Pavo*.html

The text is in the public domain.


Junonis volucrem, quae caudā sidera portat.
Ovid's Metamorphoses.

Pavo, the Peacock,

lying south of Sagittarius and the Southern Crown, is one of Bayer's twelve constellations, and the Italian Pavone, the French Paon, the GermanPfau.
p321The title is an appropriate one for enduring stars, as this bird has long been a symbol of immortality, fancifully said to be from the annual renewing of its feathers; but this is common to all birds, and the symbolism probably is from the fact that its starry tail rendered the peacock sacred to Juno, the immortal queen of the heavens, and thus in classical times, as in the days of chivalry, an object of adjuration. This bird was still further astronomical in originally having been Argos, the builder of the ship Argo, who was changed by Juno to a peacock when his vessel was transferred to the sky, where he has since rejoined her.
In China the constellation was Joo Tseo, their translation of our word.
Julius Schiller united it with Indus in his biblical figure "S. Job."
Gould catalogued 129 component stars, from the 2d to the 7th magnitudes, but none seem to be individually named, as is the case among all the new southern figures.

Pavo
http://www.aradergalleries.com/detail.php?id=3634
Johann Bayer — Pavo







ALGUMAS ESTRELAS, EM PAVÃO


Peacock - Alpha Pavi
Ascensão Reta 20h 24,1m - Declinação -56o 48’
Magnitude visual 2,12 -  Distância 310 anos-luz
O Pavão, designação moderna de origem inglesa.  
Esta estrela situa-se bem na fronteira entre Pavão, Índio e Telescópio.

Kappa Pavonis - Estrela Variável
Ascensão Reta 18h51m Declinação -67o.18
Magnitude Max 4,2 Min 9,1
Tipo CEF     Espectro FSP


- 6a. Edição do Atlas Celeste
de autoria de Ronaldo Rogério de Freitas Mourão,
Editora Vozes, Petrópolis, ano de 1986






http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_6744









Stellarium

Alpha Pavonis (Peacock, Joo Tseo, 99 Pavonis) é uma estrela na direção da Pavo. Possui uma ascensão reta de 20h 25m 38.85s e uma declinação de −56° 44′ 05.6″. Sua magnitude aparente é igual a 1.94. Considerando sua distância de 183 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a 0.29. Pertence àclasse espectral B2IV.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Alpha_Pavonis

Beta Pavonis (111 Pavonis) é uma estrela na direção da Pavo. Possui uma ascensão reta de 20h 44m 57.56s e uma declinação de −66° 12′ 11.7″. Sua magnitude aparente é igual a 3.42. Considerando sua distância de 137 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a 4.62. Pertence à classe espectral A5IV.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Beta_Pavonis

Gamma Pavonis (128 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 21h 26m 26.49s e uma declinação de −65° 22′ 05.3″. Sua magnitude aparente é igual a 4.21. Considerando sua distância de 30 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a −4.50. Pertence à classe espectral F6V.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Gamma_Pavonis

Delta Pavonis (88 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 20h 08m 41.86s e uma declinação de −66° 10′ 45.6″. Sua magnitude aparente é igual a 3.55. Considerando sua distância de 20 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a −1.67. Pertence à classe espectral G5IV-Vvar. É um sistema estelar próximo ao Sistema Solar e compartilha muitas caracteríticas do Sol.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Delta_Pavonis



Epsilon Pavonis (78 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 20h 00m 35.39s e uma declinação de −72° 54′ 36.7″. Sua magnitude aparente é igual a 3.97. Considerando sua distância de 106 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a −0.03. Pertence à classe espectral A0V.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Epsilon_Pavonis


Zeta Pavonis (35 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 18h 43m 02.13s e uma declinação de −71° 25′ 39.8″. Suamagnitude aparente é igual a 4.01. Considerando sua distância de 210 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a 4.39. Pertence à classe espectral K2III.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Zeta_Pavonis

Eta Pavonis (2 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 17h 45m 44.00s e uma declinação de −64° 43′ 25.4″. Suamagnitude aparente é igual a 3.61. Considerando sua distância de 371 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a 1.41. Pertence à classe espectral K1III.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Eta_Pavonis

Theta Pavonis (43 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 18h 48m 37.96s e uma declinação de −65° 04′ 39.0″. Sua magnitude aparente é igual a 5.71. Considerando sua distância de 226 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a 0.54. Pertence à classe espectral A9V.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Theta_Pavonis

Iota Pavonis (17 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 18h 10m 26.26s e uma declinação de −62° 00′ 10.0″. Suamagnitude aparente é igual a 5.47. Considerando sua distância de 58 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a 0.05. Pertence à classe espectralG0V.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Iota_Pavonis

Kappa Pavonis (46 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 18h 56m 57.04s e uma declinação de −67° 14′ 00.7″. Sua magnitude aparente é igual a 4.40. Considerando sua distância de 543 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a −1.20. Pertence à classe espectral F5Ib-II:. É uma estrela variável cefeida.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Kappa_Pavonis

Lambda Pavonis (45 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 18h 52m 13.04s e uma declinação de −62° 11′ 15.2″. Sua magnitude aparente é igual a 4.22. Considerando sua distância de 1811 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a 1.19. Pertence à classe espectral B2II-III. É uma estrela variável γ Cassiopeiae.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Lambda_Pavonis

Mu1 Pavonis (82 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 20h 00m 23.11s e uma declinação de −66° 56′ 56.0″. Suamagnitude aparente é igual a 5.75. Considerando sua distância de 216 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a −0.13. Pertence à classe espectral K0IV.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Mu1_Pavonis

Mu2 Pavonis (83 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 20h 01m 52.40s e uma declinação de −66° 56′ 37.7″. Suamagnitude aparente é igual a 5.32. Considerando sua distância de 234 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a 1.04. Pertence à classe espectral K2IVCN....
http://pt.wikipedia.org/wiki/Mu2_Pavonis

Nu Pavonis (33 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 18h 31m 22.43s e uma declinação de −62° 16′ 41.5″. Suamagnitude aparente é igual a 4.63. Considerando sua distância de 479 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a 2.55. Pertence à classe espectral B8III.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Nu_Pavonis

Xi Pavonis (26 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 18h 23m 13.62s e uma declinação de −61° 29′ 38.1″. Suamagnitude aparente é igual a 4.35. Considerando sua distância de 420 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a −1.71. Pertence à classe espectral M1III SB.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Xi_Pavonis

Omicron Pavonis (123 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 21h 13m 20.44s e uma declinação de −70° 07′ 34.4″. Sua magnitude aparente é igual a 5.06. Considerando sua distância de 888 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a 3.19. Pertence àclasse espectral M2III.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Omicron_Pavonis

Pi Pavonis (16 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 18h 08m 34.79s e uma declinação de −63° 40′ 05.0″. Suamagnitude aparente é igual a 4.33. Considerando sua distância de 138 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a −1.20. Pertence à classe espectral Am.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Pi_Pavonis

Rho Pavonis (107 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 20h 37m 35.24s e uma declinação de −61° 31′ 47.1″. Sua magnitude aparente é igual a 4.86. Considerando sua distância de 195 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a −0.67. Pertence à classe espectral Fm delta Del. É uma estrela variável δ Scuti.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Rho_Pavonis

Sigma Pavonis (113 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 20h 49m 18.28s e uma declinação de −68° 46′ 35.0″. Sua magnitude aparente é igual a 5.41. Considerando sua distância de 305 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a 4.22. Pertence à classe espectral K0III.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Sigma_Pavonis

Tau Pavonis (59 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 19h 16m 28.60s e uma declinação de −69° 11′ 26.7″. Suamagnitude aparente é igual a 6.25. Considerando sua distância de 619 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a 0.59. Pertence à classe espectral A6IV/V.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Tau_Pavonis

Upsilon Pavonis (110 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 20h 41m 57.06s e uma declinação de −66° 45′ 38.3″. Sua magnitude aparente é igual a 5.14. Considerando sua distância de 840 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a 0.41. Pertence à classe espectral B8Vvar.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Upsilon_Pavonis

Phi1 Pavonis (104 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 20h 35m 34.77s e uma declinação de −60° 34′ 52.7″. Sua magnitude aparente é igual a 4.75. Considerando sua distância de 90 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a 2.45. Pertence à classe espectral F1III.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Phi1_Pavonis

Phi2 Pavonis (109 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 20h 40m 02.27s e uma declinação de −60° 32′ 51.0″. Sua magnitude aparente é igual a 5.11. Considerando sua distância de 79 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a 3.19. Pertence à classe espectral F8V. Possui um planeta confirmado.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Phi2_Pavonis

Omega Pavonis (51 Pavonis) é uma estrela na direção da constelação de Pavo. Possui uma ascensão reta de 18h 58m 36.59s e uma declinação de −60° 12′ 02.3″. Sua magnitude aparente é igual a 5.14. Considerando sua distância de 516 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a −1.92. Pertence à classe espectral K1III-IV.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Omega_Pavonis



http://www.davidmalin.com/fujii/source/Pav.html
Image and text ©2008 Akira Fujii/David Malin Images. 
In the picture above north is at the top and the image covers 29.9 x 37.4 degrees.
Image centre is located at 19:15:37.2, -60:11:53 (H:M:S, D:M:S, J2000) Astrometric data from Astrometry.net.









http://www.iau.org/static/public/constellations/gif/PAV.gif





http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_6872_e_IC_4970#/media/File:NGC_6872_and_IC_4970_by_ESO_VLT.jpg
This image is a three-colour composite, this time reproduced from one blue (B), one green-yellow (V) and one red (R) exposure, obtained with the FORS1 instrument on the UT1/Antu telescope in the morning of March 29, 1999. The field size is again 6.8x6.8 arcmin 2. It shows the spectacular barred spiral galaxy NGC 6872 that is shaped like an "integral sign". It is of type SBb and is accompanied by a smaller, interacting galaxy, IC 4970 of type S0 (just above the centre). The bright object to the lower right of the galaxies is a star in the Milky Way whose image has been strongly overexposed and exhibits multiple optical reflections in the telescope and instrument. There are also many other, fainter and more distant galaxies of many different forms in the field. They are particularly well visible on the "Normal" and "Full Resolution" versions of the photo. The upper left spiral arm of NGC 6872 is significantly disturbed and is populated by a plethora of blueish objects, many of which are star-forming regions. This may have been be caused by a recent passage of IC 4970 through it. This interesting system is located in the southern constellation Pavo (The Peacock). It is comparatively distant, almost 300 million light-years away. It extends over more than 7 arcmin in the sky and its real size from tip to tip is thus nearly 750,000 light-years. It is in fact one of the largest known, barred spiral galaxies. In order to image all of this extraordinary object within the available field of the FORS1 camera, the instrument was rotated so that the galaxy extends along the diagonal. For this reason, the orientation is such that North is to the upper right and East is to the upper left.


NGC 6872 e IC 4970 são duas galáxias interagindo, a aproximadamente 300 milhões de anos-luz, na direção da constelação de Pavo.
Em 29 de março de 1999, o ESO observou estas duas galáxias. O belo visual da espetacular galáxia espiral barrada NGC 6872 se parace com um "símbolo integral". Ela é do tipo SBb e está acompanhada por um pequena galáxia, em interação, IC 4970 do tipo E7-S0.
Um do braços espirais de NGC 6872 está significativamente distribuído e é populacionada por uma infinidade de objetos difusos, e muitas regiões de formação estelar. Isto é causado pela passagem de IC 4970. As galáxias estendem-se por aproximadamente 7 minutos de arco, que equivale a aproximadamente 750.000anos-luz. Ela é, de fato, uma das maiores galáxias espirais barradas.
http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_6872_e_IC_4970

http://www.nasa.gov/content/goddard/hubble-feathers-the-peacock/#.VBxoNpRdU_p
European Space Agency

Credit: Image credit: ESA/Hubble & NASA / Acknowledgement: Judy Schmidt
This picture, taken by the NASA/ESA Hubble Space Telescope’s Wide Field Planetary Camera 2 (WFPC2), shows a galaxy known as NGC 6872 in the constellation of Pavo (The Peacock). Its unusual shape is caused by its interactions with the smaller galaxy that can be seen just above NGC 6872, called IC 4970. They both lie roughly 300 million light-years away from Earth.






NGC 7059 é uma galáxia espiral barrada (SBc) localizada na direcção da constelação de Pavo. Possui uma declinação de -60° 00' 53" e uma ascensão recta de 21 horas, 27 minutos e 21,7 segundos.
A galáxia NGC 7059 foi descoberta em 22 de Julho de 1835 por John Herschel.
http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_7059

NGC 6753 é uma galáxia espiral (Sb) localizada na direcção da constelação de Pavo. Possui uma declinação de -57° 02' 56" e uma ascensão recta de 19 horas, 11minutos e 23,7 segundos.
A galáxia NGC 6753 foi descoberta em 5 de Julho de 1836 por John Herschel.
http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_6753

NGC 6684 é uma galáxia lenticular (SB0) localizada na direcção da constelação de Pavo. Possui uma declinação de -65° 10' 22" e uma ascensão recta de 18 horas, 48 minutos e 57,4 segundos.
A galáxia NGC 6684 foi descoberta em 8 de Junho de 1836 por John Herschel.
http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_6684

NGC 6776 é uma galáxia elíptica (E) localizada na direcção da constelação de Pavo. Possui uma declinação de -63° 51' 36" e uma ascensão recta de 19 horas, 25 minutose 19,1 segundos.
A galáxia NGC 6776 foi descoberta em 20 de Junho de 1835 por John Herschel.
http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_6776

NGC 6810 é uma galáxia espiral (Sab) localizada na direcção da constelação de Pavo. Possui uma declinação de -58° 39' 22" e uma ascensão recta de 19 horas, 43minutos e 34,3 segundos.
A galáxia NGC 6810 foi descoberta em 10 de Julho de 1834 por John Herschel.
http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_6810

NGC 6782 é uma galáxia espiral barrada (SBa) localizada na direcção da constelação de Pavo. Possui uma declinação de -59° 55' 20" e uma ascensão recta de 19horas, 23 minutos e 57,9 segundos.
A galáxia NGC 6782 foi descoberta em 12 de Julho de 1834 por John Herschel.
http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_6782
NASA and The Hubble Heritage Team (STScI/AURA) - http://hubblesite.org/newscenter/archive/releases/2001/37/image/a/

The galaxy IC 4842
Image of IC 4842
Red-band image from the Second Digitized Sky Survey (DSS2), measuring 10 arcminutes across.
NameIC 4842
Object TypeGalaxy
Position
Constellation:Pavo
Brightness:Mag 12.3
Right Ascension:19h19m
Declination:-60°39'
Distance:53.7 Mpc
175.0 Mlyr

https://in-the-sky.org/data/object.php?id=8479



NGC 6771 é uma galáxia espiral barrada (SB0-a) localizada na direcção da constelação de Pavo. Possui uma declinação de -60° 32' 47" e uma ascensão recta de 19 horas, 18 minutos e 39,4 segundos.

A galáxia NGC 6771 foi descoberta em 11 de Agosto de 1836 por John Herschel.
http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_6771

Colour-composite image showing the galaxy NGC 6771, as observed with the VIMOS instrument on Melipal, one of the four 8.2-m Unit Telescopes of ESO's Very Large Telescope
http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_6771#/media/File:NGC_6771.jpg



NGC 6770 é uma galáxia espiral barrada (SBb/P) localizada na direcção da constelação de Pavo. Possui uma declinação de -60° 29' 46" e uma ascensão recta de 19 horas, 18 minutos e 37,0 segundos.
A galáxia NGC 6770 foi descoberta em 11 de Agosto de 1836 por John Herschel.
http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_6770
NGC 6769 é uma galáxia espiral barrada (SBb/P) localizada na direcção da constelação de Pavo. Possui uma declinação de -60° 30' 03" e uma ascensão recta de 19 horas, 18 minutos e 22,8 segundos.
A galáxia NGC 6769 foi descoberta em 11 de Agosto de 1836 por John Herschel.
http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_6769
http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_6770#/media/File:NGC_6769,_NGC_6770.jpg
Colour-composite image showing the galaxies NGC 6769 (right) and 6770 (left), as observed with the VIMOS instrument on Melipal, one of the four 8.2-m Unit Telescopes of ESO's Very Large Telescope.



NGC 6770 é uma galáxia espiral barrada (SBb/P) localizada na direcção da constelação de Pavo. Possui uma declinação de -60° 29' 46" e uma ascensão recta de 19horas, 18 minutos e 37,0 segundos.
A galáxia NGC 6770 foi descoberta em 11 de Agosto de 1836 por John Herschel.
http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_6770


Galaxy Triplet NGC 6769-71, an interacting triplet of galaxies in Pavo


Image Credit: ESO
Galaxy Triplet NGC 6769-71 is a gravitational interacting triplet of galaxies, located about 190 million light years away in the southern constellation of Pavo (the Peacock).

http://annesastronomynews.com/annes-picture-of-the-day-galaxy-triplet-ngc-6769-71/

NGC 6770 - Aglomerado Pavo-Indus

Constelação de Pavão - Pertence ao superaglomerado Pavo-Indus com 30 galaxia
NGC 6770
Brilho da Superfície: 13.20 - Dimensão: 2.2 x 1.6 arcmin

NGC 6769
Brilho da Superfície: 13.00 - Dimensão: 2.2 x 1.5 arcmin

NGC 6771
Brilho da Superfície: 12.50 - Dimensão: 2.3 x 0.5 arcmin

IC4842
Magnitude: 13.44 - Dimensão: 2.2 x 1.1 arcmin

IC4845
Magnitude: 12.38 - Dimensão: 2.0 x 1.5 acrmin

GSO 305 mm - Canon Rebel XT - iso 1600 - 40 m - 80 frames

media escala
http://i1063.photobucket.com/albums/t510/jsmoraes/Galaxias/ps_ngc6770_1k.jpg

larga escala
http://i1063.photobucket.com/albums/t510/jsmoraes/Galaxias/ps_ngc6770_2k.jpg


http://astronomia-e-astrofotos.1069742.n5.nabble.com/NGC-6770-Aglomerado-Pavo-Indus-td205.html
GSO 305 mm 
NEQ6 Pro 
Guia: OAG TSOAG9T2 - ASI120MC 
Cannon EOS T3 
ASI120MC, DSI-1 Meade e 




NGC 6943 é uma galáxia espiral barrada (SBc) localizada na direcção da constelação de Pavo. Possui uma declinação de -68° 44' 53" e uma ascensão recta de 20 horas, 44 minutos e 33,7 segundos.
A galáxia NGC 6943 foi descoberta em 27 de Junho de 1835 por John Herschel.
http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_6943

NGC 7020 é uma galáxia lenticular (SB0) localizada na direcção da constelação de Pavo. Possui uma declinação de -64° 01' 31" e uma ascensão recta de 21 horas, 11minutos e 19,9 segundos.
A galáxia NGC 7020 foi descoberta em 22 de Junho de 1835 por John Herschel.
http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_7020



IC 5052, a barred spiral galaxy in Pavo
Image Credit: ESA/Hubble and NASA
Acknowledgement: S. Meunier
IC 5052 is an edge-on barred spiral galaxy that lies some 25 million light-years away from Earth in the southern constellation of Pavo (the Peacock), while it is receding from us at about 584 kilometers per second.
http://annesastronomynews.com/annes-image-of-the-day-spiral-galaxy-ic-5052/



NGC 6744 é uma galáxia espiral na direção da constelação de Pavo. O objeto foi descoberto pelo astrônomo James Dunlop em 1826, usando um telescópio refletor com abertura de 9 polegadas. Devido a sua moderada magnitude aparente (+8,8), é visível apenas com telescópios amadores ou com equipamentos superiores.

http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_6744


http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_6744#mediaviewer/Ficheiro:Wide_Field_Imager_view_of_a_Milky_Way_look-alike_NGC_6744.jpg
Wide Field Imager view of a Milky Way look-alike NGC 6744

http://ftp.aao.gov.au/images/captions/uks036.html
Top left is NE. Image width is almost 2 degrees
Image and text © 2001-2010, Australian Astronomical Observatory. Photograph from UK Schmidt plates by David Malin




NGC 6752 is a globular cluster in the constellation Pavo.[7] It is the third brightest in the sky, after 47 Tucanae and Omega Centauri,[8] and is best seen from June to October.[9]
NGC 6752 was first identified by one James Dunlop of Parramatta on 30 June 1826, who described it as an irregular bright nebula which could be resolved into a cluster of many stars, highly compressed at the centre. This corresponds with a core region densely populated with stars around 1.3 light years in diameter, which indicates it has undergone core collapse. The cluster lies around 13,000 light years distant and is one of the closer globular clusters to Earth. It also lies 17,000 light years away from the galactic centre.[7] It belongs to Shapley–Sawyer Concentration Class VI, namely of intermediate density,[1] and has been calculated to be 11.78 billion years old.[6] There are a large number of binary stars in the system, as well as blue stragglers, which are likely to have been formed by collisions and mergers of smaller stars.[8]
The apparent magnitude of the cluster is 5.4, so it can be seen with the unaided eye.[7] However this depends on good viewing conditions with a minimum of light pollution.[9] With binoculars it can be seen to cover an area three quarters the size of the full moon. It lies 1.5 degrees east of 5th magnitude Omega Pavonis.[7] The nearest bright star is Peacock, which lies 3.25 degrees north and 9.25 degrees east.[9]
Six X-ray sources have been identified in the cluster's core by the Chandra X-Ray Observatory.[9]
http://en.wikipedia.org/wiki/NGC_6752




http://en.wikipedia.org/wiki/NGC_6752#mediaviewer/File:Star_cluster_NGC_6752.jpg
Star cluster NGC 6752CC BY 3.0
NGC 6752 taken by the Wide Field Imager on the MPG/ESO 2.2-meter telescope


NGC 6752 é um aglomerado globular na direção da constelação de Pavo. O objeto foi descoberto pelo astrônomo James Dunlop em 1826, usando um telescópio refletor com abertura de 9 polegadas. Devido a sua moderada magnitude aparente (+5,3), é visível apenas com telescópios amadores ou com equipamentos superiores.
http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_6752



http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_6752#mediaviewer/Ficheiro:NGC_6752_Hubble_WikiSky.jpg
NGC 6752 Hubble WikiSkyDomínio público
en:NASAen:STScIen:WikiSky - en:WikiSky's snapshot tool - [1]


NGC 6752 - Aglomerado Globular Pavão
Ascensão Reta 19h09m       Declinação -60o.01
Magnitude fotográfica global 6,8      Diâmetro aparente  41’,9        Tipo Espectral F6
Magnitude média das 25 mais brilhantes estrelas (excluindo as 5 mais brilhantes) 13,96
Número conhecido de Variáveis 1          Distância kpc   5,3
Velocidade Radial (km/s)   - 39






http://www.atlascoelestis.com/baj%2051.htm
Iohann Bayer  

Uranometria , Augusta 1603



The Pavo-Indus Supercluster






The Pavo-Indus Supercluster is not regarded as a major supercluster. It is not a particularly dense concentration of galaxies and it doesn't contain any very rich clusters of galaxies. This map below shows the brightest galaxies (from the Principal Galaxies Catalogue) in this region of the sky. The Pavo-Indus Supercluster is faintly visible as a curving wall of galaxies that connects to the rich A3627 cluster and ultimately to the Centaurus supercluster.

The Pavo-Indus Supercluster

Abell    Coordenadas    Coordenadas  R  Redshift Distância    Membro
Número   Equatoriais    Galácticas               Milhões   Superaglomerado
                                                                          anos-luz
          RA       Dec         L°    B°               (H=70)
A3742  21 06.7  -47 09  229.7 +20.5  0  .0152     211     Pavo-Indus
A3656  20 00.5  -38 32  221.8 +33.6  0  .0178     246     Pavo-Indus
 A3698  20 36.0  -25 17  237.8 +42.2  1  .0188     260     Pavo-Indus
Pavo Superaglomerado não é considerado como um supercluster importante por não ser uma concentração densa de galáxias e por não conter qualquer rico aglomerado de galáxias. Este supercluster marca um dos términos de uma longa muralha de galáxias que acolhem o superaglomerado Centaurus e provavelmente, o superaglomerado Virgo, da mesma forma.





Superaglomerados de galáxias


As observações dos objetos existentes no Universo mostraram aos astrônomos que existe uma estrutura hierárquica no Universo. Como já vimos, as estrelas estão reunidas em aglomerados estelares e em estruturas maiores que chamamos de galáxias. Por sua vez as galáxias interagem gravitacionalmente formando grupos e aglomerados de galáxias. Estudos mais detalhados do universo mostraram que os próprios aglomerados de galáxias também interagem formando os chamadossuperaglomerados de galáxias.

Os superaglomerados de galáxias são estruturas imensas em que os elementos participantes são os aglomerados de galáxias. Os superaglomerados de galáxias são separados no espaço por regiões "vazias", chamadas em inglês de "voids".

Mas porque estruturas tão gigantescas como os superaglomerados de galáxias não foram logo descobertas? Note que acima demos as três dimensões da Grande Parede. Para "ver" uma estrutura tri-dimensional no universo é necessário localizar a posição das galáxias em três dimensões e isso envolve o conhecimento não só da localização da galáxia pelas suas coordenadas mas a combinação dessas informações com a distância, que é obtida a partir do conhecimento do seu redshit. 
..............................

Superaglomerado Pavus-Indus 

Vizinho ao Superaglomerado Local (que contém o Grupo Local, ao qual a nossa Galáxia pertence), encontramos o Superaglomerado Pavo-Indus. 

Esse superaglomerado contém quatro aglomerados principais de galáxias, Abell 3656, Abell 3698, Abell 3742 e Abell 3747. 





http://media.skysurvey.org/interactive360/index.html





SAIBA MAIS
SOBRE A CONSTELAÇÃO DO PAVÃO
ACESSANDO 
http://daterraaoceueaoinfinito.blogspot.com.br/2013/08/pavo-o-pavao.html
SOBRE A CONSTELAÇÃO DO ÍNDIO





REGIÕES 
AUSTRAL
POLAR SUL


Stellarium

Stellarium



Mario Jaci Monteiro - As Constelações, Cartas Celestes - CARJ




Confira, Caro Leitor, 
algumas constelações - e duas Galáxias! - bem ao sul 
e fazendo a côrte ao Polo Sul
e que já vêm sendo apresentadas
neste nosso Trabalho Da Terra ao Céu e ao Infinito:



    Os desenhos formados pelas estrelas – As Constelações - são como janelas que se abrem para a infinitude do universo e que possibilitam nossa mente a ir percebendo que existe mais, bem mais, entre o céu e a terra...; bem como percebendo que o caos, vagarosamente, vai se tornando Cosmos e sendo por nossa mente conscientizado.  

    Quer dizer, nossa mente é tão infinita quanto infinito é o Cosmos.

    COM UM ABRAÇO ESTRELADO,
    Janine Milward




    The Consellations (Southern Hemisphere)
    Map Maker: Elijah J. Burritt
    Decorative chart of the southern skies, with a chart at the bottom left, identifying the magnitude of the various stars.

    The constellations and major stars are named within the image.  From Burritt's Atlas Designed to Illustrate the Geography of the Heavens.