terça-feira, 15 de setembro de 2015

O Voo do Pássaro Grou, Grus


Olá!

A constelação do Grou, Grus, é bem fácil de ser identificada 
nos céus estrelados do sul
- exatamente pelo fato de Al Nair, a estrela-alpha Gruis,
 nos acenar intensamente
 para sua presença balizadora e capitaneadora, 
trazendo consigo as demais estrelinhas que viajam em boa formação!



A bem da verdade, a constelação do Grou, Grus, 
desfila através os céus estrelados do sul, 
harmoniosamente, silenciosamente, disciplinadamente,
como se sempre pronto estivesse o pássaro para alçar seu doce voo.



Stellarium


Nesses momentos de Lua recém Nova e deitando-se cedo
no horizonte oeste,
podemos divisar várias constelações dos céus estrelados
desde mais ao sul até mais ao norte, 
não é verdade?

Se voce estiver em lugar de céus escuros e transparentes,
Caro Leitor,
tente observar uma linha quase reta
composta por estrelas e constelações bem conhecidas
do norte ao sul:
comece pelo Grande Triângulo do Norte
acolhendo as constelações Cygnus, Lyra e Aquila
e marcando suas estrelas-Alpha
Deneb, Vega e Altair, respectivamente.

Então, mais na linha da eclíptica,
tente divisar o triângulo de estrelinhas tímidas
formando a constelação Capricornus
- antecedida pelo Bule de Chá em Sagittarius
e pelo belíssimo e instigante Scorpius
aprontando-se para acolher Saturno!

E também não podemos nos esquecer 
que a belíssima estrela-alpha Pisces Austrinus, Fomalhaut, 
está por perto, iluminando a vizinhança e atuando, na antiguidade, 
como a estrela-real guardiã do inverno!

Eis que voce alcança a bela Al Nair,
estrela-Alpha Gruis,
balizando seu pelotão de estrelas simpáticas
e formando a doce constelação Grus,
o doce pássaro Grou.

Ainda mais ao sul,
a bela estrela-Alpha Eridanii, Achernar,
nos leva para vivenciarmos a Foz do Rio dos Céus Estrelados.

E ainda mais e mais ao sul, bem ao sul mesmo,
sempre poderemos nos deixar emocionar
diante das mais belas nuvens que temos notícia:
são as Nuvens de Magalhães!

As Nuvens de Magalhães nos trazem imensa felicidade
por morarmos no hemisfério sul e podermos, então,
usufruir da maravilhosa observação a olho nu
dessas Nuvens que não são nuvens e sim galáxias
e que escondem um verdadeiro mundo de tesouros....  



 Stellarium
 Stellarium



A bem da verdade, a constelação do Grou, Grus, 
desfila através os céus estrelados do sul, 
harmoniosamente, silenciosamente, disciplinadamente,
como se sempre pronto estivesse o pássaro para alçar seu doce voo.

Com um abraço estrelado,
Janine Milward



http://pt.wikipedia.org/wiki/Grou#mediaviewer/Ficheiro:Pine,_Plum_and_Cranes.jpg
Pine, Plum and Cranes
Shen Quan - Royal Academy of Arts, part of the The Three Emperors, 1662 - 1795 exhibition which ran from 12 November 2005 - 17 April 2006 iLondon.



Mario Jaci Monteiro - As Constelações, Cartas Celestes - CARJ




 GRUS, O GROU

Ascensão Reta 21h25m / 23h25m      Declinação -36o.6 / -56o.6

Constelação adicionada por Bayer, 1604.

Fronteiras:
Sculptor, Piscis Austrinus, Microscopium, Indus, Tucana e Phoenix.



Grus (Gru), o Grou, é uma constelação do hemisfério celestial sul.
O genitivo, usado para formar nomes de estrelas, é Gruis.
.............................................
As estrelas que formam Grus foram originalmente consideradas parte da constelação vizinha Piscis Austrinus (Peixe Austral), tendo Gama Gruis como parte da cauda dopeixe1 . As estrelas foram definidas como parte de uma constelação separada pelo astrônomo holandês Petrus Plancius, que criou doze novas constelações a partir das observações do céu do hemisfério sul feitas pelos exploradores Pieter Dirkszoon Keyser e Frederick de Houtman, que viajaram na primeira expedição holandesa de comércio chamada Eerste Schipvaart com destino para as Índias Orientais Holandesas. Sua primeira aparição foi num globo celeste com 35 centímetros de diâmetro publicado em 1598 publicado por Plancius com Jodocus Hondius. A primeira aparição desta constelação num atlas celeste foi no Uranometria de Johann Bayer em 16032 . De Houtman incluiu esta constelação no seu catálogo no mesmo ano com o nome holandês Den Reygher, "A Garça"3 entretanto Bayer seguiu Plancius e Hondius utilizando o nome Grus1 .
....................................
 Grus e as constelações próximas PhoenixTucana e Pavo são chamados de "pássaros do sul"4 .
.............................................






http://pt.wikipedia.org/wiki/Grus#mediaviewer/Ficheiro:Grus_constellation_map.png




Al Nair - Alpha Gruis
Ascensão Reta 22h 06,9m - Declinação -47o 04
Magnitude visual 2,16 - Distância 64 anos-luz
A Brilhante, denominação árabe da estrela mais brilhante do Grou,
 usada às vezes como Zeta Centauri.


http://simbad.u-strasbg.fr/simbad/sim-id?Ident=HD+209952


Aldhanab - Beta Gruis
Magnitude 2.17  distância 300 anos-luz
A Cauda, 
nome de origem árabe que designa a cauda do peixe,
 pois os árabes colocavam o Peixe Austral na atual constelação do Grou.


http://simbad.u-strasbg.fr/simbad/sim-id?Ident=HD+214952




O VOO DO GROU


http://www.avesdeportugal.info/grugru.html






http://www.iau.org/static/public/constellations/gif/GRU.gif




Alpha Gruis (Alnair (Al Nair, Al Na'ir), 28 Gruis) é uma estrela na direção da Grus. Possui uma ascensão reta de 22h 08m 13.88s e uma declinação de −46° 57′ 38.2″. Sua magnitude aparente é igual a 1.73. Considerando sua distância de 101 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a −0.73. Pertence à classe espectral B7IV.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Alpha_Gruis

Beta Gruis (Gruid, 57 Gruis) é uma estrela na direção da Grus. Possui uma ascensão reta de 22h 42m 39.93s e uma declinação de −46° 53′ 04.4″. Sua magnitude aparente é igual a 2.07. Considerando sua distância de 170 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a −1.52. Pertence à classe espectral M5III.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Beta_Gruis

Epsilon Gruis (68 Gruis) é uma estrela na direção da constelação de Grus. Possui uma ascensão reta de 22h 48m 33.20s e uma declinação de −51° 19′ 00.1″. Suamagnitude aparente é igual a 3.49. Considerando sua distância de 130 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a 0.49. Pertence à classe espectral A3V.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Epsilon_Gruis

Delta1 Gruis (42 Gruis) é uma estrela na direção da constelação de Grus. Possui uma ascensão reta de 22h 29m 16.15s e uma declinação de −43° 29′ 44.0″. Suamagnitude aparente é igual a 3.97. Considerando sua distância de 296 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a −0.82. Pertence à classe espectral G6/G8III.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Delta1_Gruis

Gamma Gruis (Al Dhanab, Ras Alkurki, 18 Gruis) é uma estrela na direção da constelação de Grus. Possui uma ascensão reta de 21h 53m 55.65s e uma declinaçãode −37° 21′ 53.4″. Sua magnitude aparente é igual a 3.00. Considerando sua distância de 203 anos-luz em relação à Terra, sua magnitude absoluta é igual a −0.97. Pertence à classe espectral B8III.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Gamma_Gruis





NGC 7144 é uma galáxia elíptica (E) localizada na direcção da constelação de Grus. Possui uma declinação de -48° 15' 17" e uma ascensão recta de 21 horas, 52 minutose 42,6 segundos.


A galáxia NGC 7144 foi descoberta em 30 de Setembro de 1834 por John Herschel.
http://pt.wikipedia.org/wiki/NGC_7144



http://pt.wikipedia.org/wiki/Grou-da-manch%C3%BAria
Grus japonensis in flight at Akan International Crane Center



Os desenhos formados pelas estrelas – As Constelações - são como janelas que se abrem para a infinitude do universo e que possibilitam nossa mente a ir percebendo que existe mais, bem mais, entre o céu e a terra bem como percebendo que o caos, vagarosamente, vai se tornando Cosmos e sendo por nossa mente conscientizado.  Quer dizer, nossa mente é tão infinita quanto infinito é o Cosmos.

COM UM ABRAÇO ESTRELADO,
Janine Milward




Grus japonensis em Tsurui
http:/http://adsabs.harvard.edu/abs/2014DDA....4530401R/www.japaoemfoco.com/o-simbolismo-do-grou-no-japao/
Grou e o seu significado para o povo japonês

O grou é um dos símbolos mais tradicionais do Japão, considerado tesouro nacional. Os japoneses acreditam que o grou é uma ave sagrada que simboliza paz e vida longa. Elas também simbolizam o amor conjugal e a fidelidade, porque essas aves são monogâmicas, ou seja, depois que um casal de grous se une, só a morte os separa.

...............................
Há uma lenda que diz que o grou pode viver até mil anos e por causa disso que acabou sendo associado à longevidade e sorte. 
Os japoneses se referem a essa ave como “o pássaro da felicidade” e o chinês como “pássaro celeste” por acreditarem que esta ave seja símbolo de sabedoria e também por uma lenda que diz que as suas poderosas asas são capazes de levar as almas para o paraíso, ou seja, para os níveis mais elevados de iluminação espiritual.
.......................................
Dizem que essa ave é a “Mãe de todas as aves”, pois se acredita que possam ser os pássaros mais velhos da Terra. Diz a lenda, que estes pássaros faziam companhia aos eremitas que faziam meditação nas montanhas. Esses eremitas tinham poderes místicos e fizeram com que o grou pudesse viver por mil anos.

http:/http://adsabs.harvard.edu/abs/2014DDA....4530401R/www.japaoemfoco.com/o-simbolismo-do-grou-no-japao/

Stellarium