quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Madrugadas de Final de Semana observando o Quinteto Planetário!


Olá!
Caro Leitor,

Aproveite as madrugadas deste final de semana
- conclusão conclusiva do Carnaval no Brasil, assim esperamos...
porque a vida de trabalho precisa recomeçar!... -,
para bem observar o Quinteto Planetário
- os Cinco Planetas Visíveis a olho nú:
Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno -
 apresentando-se contra o pano de fundo 
dos céus estrelados.

Mercúrio e Vênus vêm transitando
entre o Sagitário e o Capricórnio
e podendo ser vistos ainda por um bom tempinho
antes de o Sol chegar no horizonte leste.

É sempre uma alegre oportunidade podermos observar
Mercúrio - sempre tão elusivo, tão fugidio, tão grudado
aos horizontes ou leste ou oeste baixos.... -
e mais ainda nestes momentos em que a presença de Mercúrio
é absolutamente perfeita 
para o reinado absoluto do Quinteto Planetário!

Marte, o Planeta Vermelho, vem passeando por Libra,
nem tão rápido e nem tão vagaroso
porém inteiramente voltado para encontrar-se
junto a Antares, Anti-Ars, sua rival absoluta e (quase) eterna
e também junto a Saturno, o Senhor dos Aneis,
ao longo de grande parte do ano de 2016
- entre março e setembro, certamente!

Júpiter vem estacionário na divisa entre Virgem e Leão
- nem tão em Leão e nem tão em Virgem
porém realmente ainda tendo que entreter-se
entre as patas traseiras do rei dos animais dos céus estrelados
e somente retomando seu movimento direto em maio.

Saturno vem recém-deixando o Escorpião
e embrenhando-se através o Serpentário.
A bem da verdade, estas constelações
um tanto que fusionam-se na altura das garras
e da cabeça 
do animal rastejante do Zodíaco.

E também estaremos observando o fato
de que Saturno, em idas e vindas
entre Serpentário e Escorpião,
ao longo do ano de 2016,
não estará afastando-se demais 
do Coração do Escorpião,
Antares, a estrela-alpha Scorpii,
belíssima gigante vermelha
e sempre rival do Planeta Vermelho, Marte!

Aliás, 2016 será um ano emocionante,
realmente, em termos de eleger Antares
como a grande e ambicionada estrela
a ser visitada.... tanto por Saturno
quanto por Marte.



Stellarium


Stellarium



Caro Leitor,
acorde bem cedinho, ainda antes do nascer do Sol,
e deixe-se encantar pela doce visão
do Quinteto Planetário
atuando através cinco protagonistas
espalhados pelo palco dos céus estrelados!

Observe este Quinteto Planetário
vagarosamente,
um a um cada Planeta apresentando-se
na direção de constelações do Zodíaco....,
e deixe que a luminosidade que anuncia
a chegada do Sol
comece a pronunciar-se mais e mais intensamente
através o horizonte leste...
e invadindo o meio do céu
até alcançar os quatro cantos do mundo...

Observe que Mercúrio é o primeiro a querer desaparecer...;
seguido de Saturno, depois de Marte...;
até que restam apenas dois Planetas muito iluminados
que ainda persistem em fazer parte do cenário
- um, Júpiter, já tendo ultrapassado o meio do céu
e voltado para o horizonte oeste;
- outro, Vênus, ainda aliado a Mercúrio,
e deixando-se banhar pela luminosidade crescente
do horizonte leste.

Finalmente, também Júpiter e Vênus desaparecem,
escondidos pelo amarelado/avermelhado do novo dia
que teima em começar
e em afugentar qualquer escuridão
que nos lembre da bela noite
em que estivemos diante
do belíssimo espetáculo
a nós proporcionado
pelo Quinteto Planetário
- os Planetas Visíveis:
Mercúrio e Vênus e Marte e Júpiter e Saturno!

Com um abraço estrelado,
Janine Milward

Stellarium





Estamos sempre bem acostumados
ao fato de que Mercúrio possui um andamento
extremamente rápido
e, desta maneira, sabemos que sua visualização
acontece dentro de poucos dias, poucas semanas somente.

Sendo assim, nestes momentos os céus estrelados
vêm nos seduzindo com a presença de Mercúrio
em horizonte leste bem baixo,
desde o finalzinho de janeiro até o finalzinho de fevereiro!
Que festa!  E além de tudo, Mercúrio aliando-se
aos demais Planetas Visíveis!  Viva! Imperdível!

Bem, Caro Leitor, nesses tempos 
e para bem você poder divisar o planeta Mercúrio,
primeiramente você deverá encontrar-se
diante de horizonte leste bem baixo, realmente,
e munido, talvez, por um simpático par de binóculos
para bem tentar visualizar este planeta
através a luminosidade
crescente e amarelada advinda da proximidade
da chegada do Sol.


Em termos de Vênus,
viemos acompanhando a Bela da Madrugada, a Estrela Matutina,
ao longo de vários meses em sua aparição 
em horizonte leste - por vezes, bem alto; outras vezes, bem baixo -,
anunciando a chegada do Sol.

Mercúrio estará desaparecendo de nossos olhares
logo aos primeiros dias do mês de março
- como se estivesse sendo "içado" pelo Sol
e com este se encontrando em 23 de março.

Vênus também estará sendo "engolida", digamos assim,
pelo horizonte leste, porém mais vagarosamente,
ainda visitando o Aguadeiro, Aquarius,
e desaparecendo de nossos olhares já no mês de abril
e encontrando-se com o Sol em começo do mês de junho.

Por sorte, sempre podemos aguardar com ansiedade
o breve retorno de Vênus aos céus estrelados,
porém não mais como Estrela Matutina
e sim como Estrela Vespertina,
já a partir do mês de julho
e em horizonte oeste, certamente,
logo ao começo da noite,
surgindo como a Bela da Tarde.

Aliás, será um retorno belíssimo
ao palco dos céus estrelados
porque Vênus estará sendo acompanhada
por Júpiter e também por Mercúrio!
... e todos visitando a Virgem.


Stellarium





Observe, Caro Leitor,
que Marte, o Planeta Vermelho,
vem quase despedindo-se 
da constelação da Balança, Libra,
e ambiciona adentrar a constelação do Escorpião
para bem poder rivalizar-se com a estrela-alpha Scorpii, Antares,
Anti-Ars!

Este encontro, sempre muitíssimo interessante,
estará acontecendo mais para os dias finalizantes
do mês de março.

No entanto, eu diria que a noite de 29 de março
será absolutamente inesquecível
com uma brilhante cruz iluminada
formada pela Lua minguando e Saturno em Serpentário
e por Marte cumprimentando Antares em Escorpião!

No miolo do mês de abril,
Marte entrará em retrogradação
e isso quer dizer que estará
novamente encontrando-se com Antares....,
e que não estará encontrando-se
com Saturno em Serpentário...,
por enquanto, pelo menos..., porque esse encontro
certamente acontecerá, sim, porém
em dias finalizantes do mês de agosto
.... aliás, em belíssimo evento
reunindo Marte e Saturno e Antares 
extremamente próximos!


Stellarium






Júpiter vem passeando na divisa entre as constelações do Leão e da Virgem
- a bem da verdade, ainda não exatamente adentrando a Virgem
por se encontrar realizando seu visual e aparente movimento de retrogradação...,
retornando ao Leão e entremeando-se em suas patas traseiras 
e retomando seu movimento direto somente a partir de 09 de maio.

Observe, Caro Leitor,
que a cada madrugada em que você estiver observando Júpiter,
verá que este vem aproximando-se mais e mais do horizonte oeste...,
quer dizer, 
Júpiter  vem adiantando sua entrada em cena
nos céus estrelados do horizonte leste
já por volta de nove e meia da noite, 
nesses momentos atuais
- e isso significa que teremos a companhia jupiteriana
ao longo de boa parte da noite
e ainda de toda a madrugada
e balizando a entrada
dos demais Planetas Visíveis,
um a um,
começando por Marte
seguido de Saturno,
seguido de Vênus,
seguido de Mercúrio...!

E veja, Caro Leitor,
que com o andar da carruagem dos dias e das semanas próximas,
observaremos Júpiter chegando mais e mais cedo
nos céus estrelados
e ampliando nossos momentos de observação desse belíssimo Planeta
- que estará realizando sua Oposição ao Sol em 08 de março
(ou seja, chegando no horizonte leste logo ao cair da noite
ao mesmo tempo em que
o Sol estiver se escondendo no horizonte oeste)
- excelente momento para você fazer belíssimas imagens!



Stellarium



Saturno, o Senhor dos Aneis,
estará se apresentando mais e mais alto,
galgando os céus estrelados 
desde o horizonte leste até o zênit
e recém tendo deixado a constelação do Escorpião
e recém adentrando a constelação do Serpentário.

No entanto, nesses momentos de contemplação
dos Cinco Planetas Visíveis,
possivelmente não perceberemos qualquer notável mudança
no posicionamento de Saturno
- porque é um planeta de andamento bem vagaroso
e porque estará tornando-se estacionário a partir de 25 de março. 

Somente em agosto Saturno estará retomando seu movimento direto
e isso acontecerá exatamente cumprimentando
a belíssima estrela-alpha Scorpii, Antares!

Aliás, não somente Saturno estará presente a este encontro
e sim terá que compartilhar a cena com Marte
sedento de rivalizar-se com Antares.


Stellarium




Com um abraço estrelado,
Janine Milward



Stellarium