quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Lua Novíssima buscando Vênus que busca Regulus! Mercúrio distanciando-se de Regulus e buscando Júpiter! Marte e Saturno buscando o zênite!


Olá!

Caro Leitor,
bem no finalzinho da tarde, comecinho da noite,
e em horizonte oeste plano e bem baixo,
a Lua Novíssima, em finíssimo anel dourado
e cerca de somente oito graus de distância do Sol,
e em seu primeiro dia de novo ciclo a cumprir,
vem começando a fazer parte
da grande orquestra planetária
composta pelos cinco planetas visíveis
que vêm embelezando nossos céus estrelados!

Os céus estrelados estão em festa nesse mês de Agosto
e não é por causa das Olimpíadas no Rio de Janeiro, não,
e sim por causa dos Cinco Planetas Visíveis
e, hoje à noite, recebendo a visita da Lua Novíssima
que vem iniciando seu novo ciclo, seu passeio
e buscando encontrar-se
 com Vênus, Mercúrio,
Júpiter, Marte e Saturno
(e estaremos comentando 
e postando
a cada um desses encontros, 
certamente!).


Stellarium




Stellarium




Stellarium





Nessa noite de hoje, Caro Leitor,
ainda em final de tarde, comecinho de noite,
não perca a belíssima visão
da Lua Novíssima
e apresentando-se como um finíssimo anel dourado
buscando encontrar-se com Vênus...,
que, por sua vez, busca encontrar-se com Regulus,
a belíssima estrela-alpha Leonis
(um tanto escondida pela iluminação intensa
do final da tarde, comecinho da noite);
e ainda vamos encontrar Mercúrio
recém tendo beijado Regulus
e já mostrando-se ansioso 
por encontrar-se com Júpiter
- fato que acontecerá a partir do miolo do mês de agosto
e haverá de durar por alguns bons dias, algumas boas noites!





Stellarium


Stellarium






Júpiter continua nos encantando a visão
despedindo-se do Leão
e aprontando-se para visitar a Virgem
e onde estará encontrando-se com Mercúrio
muito próximo ambos do ponto denominado como
Equinócio de Outono
(Equinócio de Primavera, para nós, do hemisfério sul),
ou seja, o entrecruzamento das Linhas
do Equador e da Eclíptica.



Stellarium






Finalmente e não menos emocionante,
vamos encontrar Marte adentrando a Cabeça (ou Garras)
do animal rastejante da Eclíptica, o Escorpião,
onde Saturno encontra-se cortejando Antares,
a belíssima gigante vermelha, estrela-alpha Scorpii!

É sempre um imenso prazer
podermos vivenciar e observar
o Escorpião no Meio do Céu, no Zênite,
bem ao cair da noite,
e, em lugares de céus escuros e transparentes,
podermos bem visualizar seu Revirão da Via Lactea,
abrindo seus braços voltados 
para o norte/nordeste
e para o sul/sudoeste!




Stellarium


Com um abraço estrelado,
Janine Milward