terça-feira, 22 de novembro de 2016

Mercúrio e Saturno encontrando-se em horizonte oeste baixo e ao comecinho da noite


Olá!

Mercúrio vem retornando aos céus estrelados vespertinos
e apresenta-se bem conjugado a Saturno
- ambos cumprimentando Ophicus, o Serpentário,
e sempre ainda próximos a Antares, estrela-alpha Scorpii.

Esses Planetas estão a cerca de 15 graus de distância do Sol
e, por esta razão, 
encontram-se em horizonte oeste bem baixo, 
realmente.

E penso que será preciso que você,
Caro Leitor,
muna-se de simpático par de binóculos
para bem poder divisar Mercúrio e Saturno
confundindo-se com o amarelado ainda intenso
da abóboda celeste
- tendo o Sol recentemente escondido
porém ainda trazendo a iluminação 
de sua lembrança.

Se você buscar por Vênus,
estará encontrando a Bela da Tarde,
a Estrela Vespertina,
passeando junto ao Arqueiro Centauro, Sagitário,
e já aprontando-se para cumprimentar Plutão,
nas redondezas.

Marte, o Planeta Vermelho,
vem galgando montanhas escarpadas
junto à Cabra, Capricórnio.

A bem da verdade,
quatro Planetas visíveis
encontram-se nos céus estrelados
do final da tarde,
comecinho da noite.

Saturno, no entanto,
 já estará se despedindo
de nossos olhares.
Melhor dizendo,
já nos dias finalizantes 
de janeiro de 2017,
novamente Mercúrio e Saturno
estarão encontrando-se
no horizonte leste
e nas madrugadas! Aguarde!

Júpiter, o Gigante Gasoso,
não está presente neste cenário encantador
pois vem entrando em cena
atrás do horizonte leste
nas madrugadas sonolentas
e antecipadoras da chegada do Sol.

Nesta Postagem,
Caro Leitor,
encontre alguma informação
traduzidas por Ilustrações Stellarium
desses momentos de Mercúrio vespertino
e ainda comentando um tantinho
sobre os posicionamentos
de Vênus e de Marte.

A Lua recém-Nova 
e apresentando-se enquanto um finíssimo anel
estará beijando Mercúrio
ao começo do mês de dezembro.
Mercúrio e o Sol estarão 
a cerca de vinte e um graus de distância entre si.

Mercúrio, então, estará encurtando
esta distância
dia a dia...,
até que por volta do dia 19 de dezembro
o Mensageiro estará encetando 
seu movimento de marcha-a-ré,
quando estará cumprimentando Plutão,
em Sagitário,
e já em horizonte oeste baixíssimo
com cerca de quatorze graus de distância do Sol.
Vênus estará junto ao Capricórnio
enquanto Marte passeará junto ao Aquário, o Aguadeiro.

A partir de então,
Mercúrio estará sendo "puxado', "içado" pelo Sol...,
até que ambos estarão encontrando-se
no dia 28 de dezembro
e, certamente,
distante de nossos olhares.

Ao cair da noite dos dias finalizantes de 2016,
encontraremos Vênus
transitando entre Capricórno e Aquário
e Marte buscando banhar-se nas águas estelares 
jorradas da Urna que o Aguadeiro carrega.
Ah, na madrugada sonolenta
Júpiter estará reinando
em seu beijo à Spica,
estrela-alpha Virginis.

Com um abraço estrelado,
Janine Milward





Stellarium

Stellarium





A Lua recém-Nova 
e apresentando-se enquanto um finíssimo anel
estará beijando Mercúrio
ao começo do mês de dezembro.
Mercúrio e o Sol estarão 
a cerca de vinte e um graus de distância entre si.



Stellarium






Mercúrio, então, estará encurtando
a distância em relação ao Sol
dia a dia...,
até que por volta do dia 19 de dezembro
o Mensageiro estará encetando 
seu movimento de marcha-a-ré,
quando estará cumprimentando Plutão,
em Sagitário,
e já em horizonte oeste baixíssimo
com cerca de quatorze graus de distância do Sol.
Vênus estará junto ao Capricórnio
enquanto Marte passeará junto ao Aquário, o Aguadeiro.

A partir de então,
Mercúrio estará sendo "puxado', "içado" pelo Sol...,
até que ambos estarão encontrando-se
no dia 28 de dezembro
e, certamente,
distante de nossos olhares.

Ao cair da noite dos dias finalizantes de 2016,
encontraremos Vênus
transitando entre Capricórno e Aquário
e Marte buscando banhar-se nas águas estelares 
jorradas da Urna que o Aguadeiro carrega.
Ah, na madrugada sonolenta
Júpiter estará reinando
em seu beijo à Spica,
estrela-alpha Virginis.


Stellarium



Com um abraço estrelado,
Janine Milward