quinta-feira, 2 de março de 2017

Lua visitando Cetus, a Baleia, e Aries, o Carneiro, nos limites entre mar e terra


Olá!

Observe, Caro Leitor,
que a Lua vem visitando Aries, sim,
em terra firme, sim,
porém também vem nadando em mares revoltos
onde Cetus, a Baleia, vive!

Veja que a Linha da Eclíptica
passa bem entre os limites
das constelações Cetus, a Baleia,
e Aries, o Carneiro.

Sendo assim,
volta e meia, vamos encontrar Lua
e Planetas mergulhados nos mares revoltos
onde o monstro-marinho vive
e assombra a princesa Andromeda,
acorrentada a uma pedra.

Confira esta questão
observando, mais abaixo,
a Ilustração Stellarium
e a Carta Celeste advinda de Heavens Above.

Nesta Postagem, Caro Leitor,
encontre algumas poucas informações 
sobre estas constelações
e encontre também comentários
sobre desenhos ilustrativos discrepantes
acerca o posicionamento
da Cabeça e da Cauda do Monstro-Marinho,
Cetus, a Baleia.

Com um abraço estrelado,
Janine Milward




Stellarium

http://www.heavens-above.com/skychart2.aspx?lat=0&lng=0&loc=Unspecified&alt=0&tz=UCT&cul=en-GB




Caro Leitor,

Nos céus estrelados do norte,
eu penso que as estrelas alpha e beta Arietis 
são fáceis de serem encontradas e observadas
- mais ainda pelo fato de que O Triângulo do Norte é também bastante visível.

Cetus, a Baleia, o monstro-marinho é uma constelação imensa,
 imensa como uma baleia é imensa,
e vem sempre nos chamando atenção de nossos olhares 
voltados para desentrelaçar
as estrelinhas tímidas e ziguezagueantes do Aguadeiro
 das estrelinhas tímidas dos dois Peixes 
(o primeiro Peixe não é difícil de ser identificado em seu asterismo
 chamado Circlet, o Pequeno Círculo, 
que se posiciona bem junto e ao sul do Grande Quadrado
 formado pelo corpanzil do Cavalo Alado Pegasus!)

É interessante observarmos o fato de que
se por acaso pensávamos que as águas terminaram... 
(em Aguadeiro, Peixes e Peixes Austrinus... e ainda em Rio Eridano)....,
 estamos enganados porque a figura delineada por estrelas tímidas 
que perfazem Cetus, a Baleia, é algo realmente ameaçador, temeroso, terrível...
 por causa de seu imenso tamanho!
.... continuando....  
Se acaso pensávamos que as águas terminaram..... não.  
Cetus, a Baleia, o monstro-marinho atua também próximo à terra firme onde Aries,
 o Carneiro, bem como o Touro moram!


Eu gostaria também de mencionar uma questão interessante:
se o Leitor estiver bem atento,
notará que existe uma discrepância em termos dos desenhos/das ilustrações
que perfazem a cauda e a cabeça
de Cetus, a Baleia.

Menkar, a estrela-alpha Ceti, quer dizer
Uma estrela brilhante e alaranjada situada nos dentes da Baleia.  
De Al Minhar, o Nariz, O Focinho 


Stellarium




Difda ou Deneb Kaitos,a estrela-beta Ceti, quer significar
Uma estrela amarelada na cauda da Baleia.  
De Al Difd al Thani, o Segundo Sapo.

Stellarium





Na carta celeste realizada pelo IAU 
(International Astronomical Union)
o delineamento em linhas ligando as estrelas do monstro-marinho
nos traz a impressão de uma inversão.

Da mesma forma, vamos encontrar esta questão
acontecendo na ilustração realizada por Mario Jaci.

Confira abaixo:



Mario Jaci Monteiro - As Constelações, Cartas Celestes







Quer dizer, naquilo que o desenho parece mostrar ser a Cauda da Baleia,
vemos o asterismo formado apresentando a Cabeça e acolhendo
a estrela-alpha Ceti, Menkar.
Por outro lado, naquilo que o desenho que parece mostrar ser a Cabeça da Baleia,
vemos o corpo imenso e a demonstração da Cauda através
a estrela-beta Ceti, Difda ou Deneb Kaitos (e sabemos que o termo Deneb
quer significar cauda (ex: Denebola (estrela-beta Leonis), Deneb (estrela-alpha Cygnus)
esta estrela me parece ser posicionada na cauda da Baleia e não na cabeça!

Existe, inclusive,  um Asterismo denominado de A Cabeça de Cetus
 e composto pelas estrelas Alpha, Gamma, Zeta2 e Um Ceti.
Quer dizer, a estrela-alpha Ceti, como sabemos, é Menkar, 
e este Asterismo situa-se ao sul do Carneiro
e já apontando para o campo onde o Touro pasta 
bem como ladeando o Rio Eridano.  


Por outro lado,
vamos encontrar nas ilustrações mais antigas
a Cabeça voltada para o Touro
e a Cauda voltada para Aquário:








E não somente nas ilustrações mais antigas
como também na Ilustração Stellarium:

Stellarium




A bem da verdade, este pedaço do céu é realmente bem escasso em estrelas
(não é a toa que os antigos persas nomearam Fomalhaut, estrela-alpha Piscis Austrinus,
como a guardiã do inverno, em constelação bem ao sul da Linha da Eclíptica)
e podemos bem visualizá-lo somente em noites de outono e de inverno,
em tempo de sêca, e em lugares de céus escuros e transparentes,
ou quando na primavera e no verão, as nuvens nos permitem uma observação
desse pedaço do céu estrelado.

O que sempre me atrai o olhar 
- em termos da constelação da Baleia -
 é um corpo imenso de estrelas!

E, como eu disse mais acima, é uma visão quase assustadora...
e podemos entender o porquê de os antigos povos
tecerem o Mito do monstro-marinho ameaçando a vida
da Princesa Acorrentada, Andromeda!

Bons Estudos e Boa Observação!

Com um abraço estrelado,
Janine Milward

















ARIES, O CARNEIRO

Posicionamento:
Ascensão Reta 1h44m / 3h27m  -  Declinação +10o 2’ / +30o 9’

Mito:
Áries representa o carneiro com a pele dourada, um presente de Mercúrio e que pôde levar Phrixius e sua irmã Helle através os ares, para escaparem de sua madrasta, Ino.  Ao chegar em Colquito, Phrixus sacrificou o carneiro e ofereceu-o a Júpiter e sua pele foi pendurado no Campo de Marte, de onde mais tarde foi apanhada por Jasão.  De acordo com outro mito, era o carneiro que guiou Baco até uma fonte de água, no deserto da Líbia.


Algumas Informações Interessantes acerca esta Constelação:
Foram os babilônios que adotaram Áries para marcar o início do ano, pois em 2500 AC, o equinócio da primavera encontrava-se no meio das três estrelas que formam a cabeça do Carneiro.


Fronteiras:
A constelação de Áries situa-se entre Taurus, Perseus, Triangulum, Pisces e Cetus.



Algumas Estrelas, em Áries:


Hamal. Alpha Arietis.
Ascensão Reta 02h06,1 - Declinação +23o 22
Magnitude visual aparente 2,23 - Distância 76 anos-luz
Uma estrela amarelada situada na testa do Carneiro. 
De al Hamal, a Cabra também a Ovelha. 
Simbolicamente chamada de Ferida Mortal. 
Hamal advem de Al Rãs Al Hammal, a Cabeça do Carneiro. 
Também foi chamada de Al Nath, o Corno, bem apropriado para esta estrela,
 porém hoje em dia esta estrela é parte do Touro, sua estrela Beta.


Sheratan - Beta Arietis
Magnitude visual 2.7 - Distância 52 anos-luz.
A Pérola Branca. Uma estrela branco perolado situada no chifre do Carneiro 
e chamada normalmente por Chifre ao Norte.  
De Al Sharatair, os Dois Signos, 
nome árabe que designava o asterismo formado por Beta e Gama de Carneiro.

Sharatan ou Sheratan advêm de Al Sharatain, 
como um sinal do começo do ano, 
com esta estrela marcando o equinócio vernal nos tempos de Hiparcos.


Mesartin - Gama Arietis - Estrela Dupla
Ascensão Reta 01h50m  Declinação +19o.3
Magnitude visual 4,7 e 4,8 - Ângulo de Posição 360o -  Distância entre estrelas 7”,03
Nomeada a partir do nome árabe O Sinal 
e refere-se ao alinhamento com o equinócio vernal em tempos antigos. 
Em outra versão, O Ministro, proveniente do hebreu Meshatim ou Mesartim.



6a. Edição do Atlas Celeste
de autoria de Ronaldo Rogério de Freitas Mourão, 
Editora Vozes, Petrópolis, ano de 1986













CETUS, A BALEIA, O MONSTRO MARINHO

Posicionamento:
Ascensão Reta 23h55m / 3h21m     Declinação -25o.2 / +10o.2


Mito:
Cetus representa o monstro marinho enviado por Netuno para devorar Andrômeda.  
Andromeda era uma princesa filha de Cepheus 
e tendo por madrasta, Cassiopea que a prende acorrentada em uma ilha.  
Andromeda foi salva por Perseus, 
o herói que realizou este feito voando até a ilha em seu cavalo alado Pegasus.


Fronteiras:
A constelação Cetus faz fronteira com Eridanus, Taurus, Áries, Pisces, Aquarius, Sculptor e Fornax


Algumas Estrelas, em Baleia:

Existe um Asterismo denominado de A Cabeça de Cetus
 e composto pelas estrelas Alpha, Gamma, Zeta2 e Um Ceti.


Menkar.  Alpha Ceti.
Ascensão Reta 03h01,2 - Declinação +04o 00
Magnitude visual 2,82 - Distância 130 anos-luz
Uma estrela brilhante e alaranjada situada nos dentes da Baleia.  
De Al Minhar, o Nariz, O Focinho 
- nome árabe que indica a posição da estrela mais brilhante do asterismo da Baleia.


Difda ou Deneb Kaitos.  Beta Ceti
Ascensão Reta 00h42,6 - Declinação -18o 06
Magnitude visual 2,24 - Distância 57 anos-luz
Uma estrela amarelada na cauda da Baleia.  
De Al Difd al Thani, o Segundo Sapo.



Stellarium


Omicron Ceti - Mira - Estrela Variável
A Maravilhosa da Baleia, 
nome latino que lembra a notável variação de brilho desta estrela variável.
 Mira é denominada A Maravilhosa 
e ocupa o lugar da mais brilhante e mais familiar estrela variável de longo período.   
Seu  brilho varia entre Magnitude 2.1 e Magnitude 10, 
em um período de cerca de 331 dias.  
Sua distância é de 250 anos-luz, com um  diâmetro real de 230 vezes aquele do nosso Sol.  
É uma supergigante vermelha 
e podemos observar que existe uma companheira
 com variação de brilho entre 10 to 12 de Magnitude.



6a. Edição do Atlas Celeste
de autoria de Ronaldo Rogério de Freitas Mourão, 
Editora Vozes, Petrópolis, ano de 1986 





Stellarium


Os desenhos formados pelas estrelas 
- AS CONSTELAÇÕES - 
são como janelas que se abrem para a infinitude do universo
 e que possibilitam nossa mente a ir percebendo que existe mais, bem mais, 
entre o céu e a terra..., 
bem como percebendo que o caos, 
vagarosamente, 
vai se tornando Cosmos
 e este por nossa mente sendo conscientizado.

Quer dizer,
 nossa mente é tão infinita quanto infinito é o Cosmos.

Com um abraço estrelado,
Janine Milward


VISITE MINHA PÁGINA
DA TERRA AO CÉU E AO INFINITO
http://daterraaoceueaoinfinito.blogspot.com.br/