domingo, 2 de julho de 2017

Os Planetas Visíveis a olho nú, em Julho


Olá!

Bem, outro dia
uma amiga me ligou
para perguntar
"que belo planeta é aquele
que vem encantando as madrugadas
e bem próximo ao horizonte leste?"
(Ela me disse
que havia procurado pela resposta em meu blog
e não encontrou!).

Eu respondi:
"é Vênus, a Estrela Matutina!"

Então resolvi
tecer esta Postagem
comentando sobre
o posicionamento dos Planetas visíveis a olho nú
- Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno -
em julho.

Afinal, é sempre emocionante
a gente poder ir mostrando
para as pessoas
quem é quem
nos céus estrelados,
não é verdade?


Caro Leitor,
eu penso que a astronomia a olho nú
é realmente adorável,
por várias razões:
a primeira delas é pensarmos que,
afinal de contas,
planetas visíveis estão nos céus estrelados
exatamente para nos trazerem esse nosso prazer
de bem observá-los
e de bem acompanhá-los em seus andamentos,
seus escondimentos e surgimentos,
seus movimentos para trás e para frente...;
e, ao mesmo tempo que assim fazemos,
vamos conhecendo as constelações do zodíaco 
que vão sendo visitadas
bem como as estrelas e os objetos celestes 
que moram nessas direções.

Outras tantas razões existem,
Caro Leitor,
e convido você a pensar
e a enumerar
quantas delas você pensar, 
trabalhar e encontrar!

Com um abraço estrelado,
Janine Milward




OS CÉUS ESTRELADOS
DO CAIR DA NOITE
E
DA MADRUGADA,
em Julho


Ao longo do mês de julho,
e naquele momento
em que o dia ainda não terminou
e a noite ainda não começou
- o céu em lusco-fusco -,
o horizonte oeste bem baixo
estará acolhendo a presença de Mercúrio,
inicialmente visitando o Caranguejo
e mais para o final do mês,
visiitando o Leão.

No entanto,
quando a noite já se fizer presente,
o grande highlight será a movimentação espetacular
que a constelação do Escorpião estará fazendo
em seu revirão...
e carregando consigo 
(mesmo que já em Ophiucus, o Serpentário),
o Senhor dos Aneis, Saturno!

Outra imagem emocionante
é podermos acompanhar
 o vagaroso andamento de Júpiter
despedindo-se de Porrima
e encaminhando-se para encontrar-se com Spica!


Stellarium




Realmente, os dois gigantes gasosos
estarão fazendo nossa festa
nesse inverno gostoso
que nos traz clima mais seco
e céus
mais escuros e transparentes.

E é também interessante

observarmos o fato
de que ambos Planetas vêm acolhendo
sondas 
- Juno beijando Júpiter (o casal mítico do Olimpo)
e Cassini roçando Saturno
(o descobridor de aneis e luas do Senhor dos Aneis!)
que estão prestes a mergulharem
em seus corpos gasosos
e desaparecerem....,
após longos serviços a nós prestados
em imagens estupendas, estonteantes,
e em informações deveras importantes!


Saiba mais sobre
Júpiter e Juno
e sobre a nave Juno
acessando minha Postagem
em
http://oceudomes.blogspot.com.br/2016/07/juno-e-jupiter-nave-e-o-gigante-gasoso_4.html


Saiba bem mais
sobre a Missão Cassini
acessando minha Postagem
em

http://oceudomes.blogspot.com.br/2017/04/missao-cassini-huygens-em-saturno.html


Stellarium



E se você, Caro Leitor,
estiver animado para pular da cama
ainda noite fechada
e na madrugada sonolenta,
certamente poderá contemplar
Vênus entrando em cena
no horizonte leste
e visitando a imensa constelação do Touro
e Saturno saindo de cena
no horizonte oeste
visitando o Ophiucus, Serpentário,
prometendo, porém,
já estar cavalgando o Centauro Arqueiro
mais para o final do ano,
sendo convidado para o chá
(no asterismo Bule de Chá),
em dezembro e já distante de nossos olhos,
e conhecendo os segredos tantos
que acontecem em Sagitário,
em 2018.

Urano continua mergulhado
nos mares profundos dos Peixes
e fazendo parte atuante
do Mito de Andromeda e Perseus,
enquanto Netuno toma seu banho tranquilo
introduzindo-se através as águas ziguezagueantes
jorradas pelo asterismo da Urna do Aguadeiro, Aquarius.


Stellarium


Sentiu falta de Marte?
O Planeta Vermelho não entrará em cena
durante o mês de Julho!
em função de sua proximidade ao Sol!





OS PLANETAS VISÍVEIS,
EM JULHO










MERCÚRIO


Mercúrio,
o mensageiro dos deuses e dos homens,
é sempre denominado como O Elusivo
.... talvez porque (quase) sempre
apresenta-se nos céus estrelados
em meio à luminosidade da abóbada celeste
seja da madrugada ou seja do final da tarde
- céus de horizonte leste ou de horizonte oeste -
quase como trazendo um tom de ilusão,
algo assim,
e como se parássemos para pensar:
"que luz é aquela que estou vendo
e que não reconheço como alguma estrela
morando naquele lugar?"




Entre 29 de junho e 20 de agosto,
estaremos podendo observar
Mercúrio em horizonte oeste baixo!

Vale sempre a pena,
Caro Leitor,
você eleger um lugar
de horizonte oeste bem amplo e baixo
para bem observar
este Planeta considerado
como o Elusivo,
ou seja,
quase sempre difícil de ser divisado!

Veja Mercúrio e o Presépio, M44,
muitíssimo grudados
nos dias 09 e 10 de julho!

Conheça melhor
o Presépio, M44,
acessando minha Postagem 
em


Stellarium



Algumas noites mais tarde,
encontraremos Mercúrio
iniciando seu passeio
 ao longo
do longo corpo do rei dos animais
dos céus estrelados,
Leo, o Leão.

A Ilustração Stellarium abaixo
nos apresenta
Mercúrio bem próximo
à estrela-alpha Leonis, Regulus,
em 25 de de julho.

Observe que será tempo de Lua recém-Nova
e será realmente emocionante
podermos observar o final anel lunar
testemunhando a simpática Conjunção
entre Mercúrio e Regulus!


Conheça melhor
a belíssima constelação do Leão
acessando minha Postagem 
em


Stellarium




Caro Leitor,
se você quiser saber sobre
O Andamento de Mercúrio
ao longo do ano de 2017,

acesse minha Postagem em
http://oceudomes.blogspot.com.br/2017/02/mercurio-em-suas-aparicoes-de.html









VÊNUS


No mês de julho
e ainda ao longo dos meses
de agosto, setembro e outubro,
estaremos nos deixando encantar
pela presença matutina da bela Vênus
passeando através constelações que perfazem
o caminho da Eclíptica
e que vão acolhendo esta doce visita:
Touro, Gêmeos, Câncer, Leão, Virgem...
e nesta última e em novembro, 
Vênus estará já sendo engolfada
pela luz que invade a madrugada sonolenta
e que anuncia a chegada do Sol.

Aliás, será em Virgem e em outubro
(e bem próximo ao seu rosto virginal)
que acontecerá um encontro simpático
entre Vênus e Marte
- os amantes míticos -
e também esta constelação
verá acontecer o encontro
entre Vênus e Júpiter,
as duas maravilhosas luzes do céu,
já em novembro e aos pés virginais!



Bem, Caro Leitor,
ao longo do mês de julho
você poderá ir observando
o célere andamento de Vênus
e já nos primeiros dias
estaremos diante 
de sua saudação
às Irmãs que Choram (ou que dançam),
as Pleiades, M45.
(Veja nas Ilustrações abaixo)

Conheça melhor
As Pleiades
acessando minha Postagem 
em


Stellarium


Stellarium




Imperdível visão
acontecerá
em 12 de julho
quando Vênus
estará atuando
enquanto o outro Olho Iluminado
do Touro
(porque sabemos bem
que um dos olhos
é Aldebaran, estrela-alpha Tauri).

Conheça melhor
Aldebaran,
acessando minha Postagem
em


Stellarium

Stellarium






Na madrugada do dia 20 de julho,
não deixe de observar
a belíssima Conjunção
entre Lua em final de ciclo
e Vênus sempre maravilhosa!


Stellarium





O mês de julho
vai chegando ao final
e estaremos encontrando Vênus
querendo beijar
a famosíssima M1,
a Nebulosa do Caranguejo!

Conheça melhor a Nebulosa do Caranguejo
acessando minha Postagem
em



Stellarium



Caro Leitor,
se você quiser saber sobre
O Andamento de Vênus
ao longo do ano de 2017,
acesse minha Postagem em









True-Color Image of Mars
http://hubblesite.org/gallery/album/solar_system/mars/pr1999007b/web/
True-Color Image of Mars




MARTE

Caro Leitor,
neste começo de ano de 2017,
viemos observando Marte
vigorosamente nadando nos mares
de Cetus, a Baleia,
e de Peixes,
e sempre seguindo em frente,
através as constelações da Eclíptica...,
enquanto Vênus tentava alcançá-lo...,
sendo, no entanto, mal-sucedida nesta empreitada,
aproximando-se o quanto pôde,
porém perdendo Marte de vista...

Por volta do mês de maio, porém,
Marte desapareceu por completo
já passeando pelos campos onde o Touro pasta.

Dessa forma, ainda durante junho e julho,
o deus da guerra, o Planeta Vermelho, Marte,
vem estando distante de nossos olhos,
já tendo encontrado-se com Mercúrio
e
finalmente, 
Marte e Sol encontram-se,
nos dias conclusivos do mês de julho,
e eu penso que este encontro
acontece na direção de um lugar
que amo de paixão:
o Presépio, M44, a Colmeia de Abelhas,
o coração do Caranguejo, Cancer.


Conheça melhor
o Presépio, M44,
acessando minha Postagem 
em


Stellarium





Setembro nos brindará
com um horizonte leste
enriquecido pela belezura
da iluminada presença de Vênus
atuando enquanto Estrela da Manhã,
Estrela Matutina, a Bela da Manhã
despedindo-se do Caranguejo, Cancer,
e passando a visitar o Leão, Leo,
cumprimentando sua estrela-alpha, Regulus.

Marte também estará começando a acordar
e a despontar através o horizonte leste,
vagarosamente, timidamente,
ainda um tanto misturado
à iluminação que inunda a abóbada celeste
quando antecedendo a chegada de nossa estrela maior.


Stellarium





O horizonte leste bem baixo
e em começo de outubro
(literalmente na madrugada de 06 de outubro)
nos apresentará,
 finalmente!,
os amantes sonolentos
acordando abraçados, acasalados
 e bem conjugados
 e surgindo
ainda antes da chegada do Sol.

Será uma visão realmente inesquecível!

Stellarium




Caro Leitor,
se você quiser saber sobre
O Andamento de Marte
ao longo do ano de 2017,







Color image of Jupiter.


A true color mosaic of Jupiter taken by the Cassini spacecraft in 2000.




JÚPITER


Eu penso ser sempre muitíssimo interessante
irmos acompanhando o andamento de Júpiter
contra o pano de fundo dos céus estrelados,
reconhecendo seu passo
e conhecendo estrelas e objetos celestes
que vão sendo cumprimentados pelo caminho.

O comecinho do ano
nos trouxe o encantamento
da belíssima Conjunção
entre o Gigante Gasoso, Júpiter,
esplendorosamente brilhante e branco,
e a azulada estrela-alpha Virginis, Spica!

Porém, já em fevereiro de 2017
e sempre bem colado à Spica,
Júpiter estará entrando em seu 
aparente movimento de retrogradação
e retornando alguns bons graus
junto ao braço da Virgem
e então conjugando-se
à estrela-gamma Virginis, Porrima...,
para então encontrar seu aparente
movimento direto em junho.

Nessas noites do mês de julho,
Caro Leitor,
Júpiter vem iluminando nossa vida
e será importante, a meu ver,
acompanhar seu vagaroso andamento
despedindo-se de Porrima
e buscando encontrar-se novamente com Spica.



Conheça melhor
a contelação da Virgem
acessando minha Página 
em


Stellarium



O encontro entre Júpiter e Spica
deverá ser observado por nós
 em começo do mês de setembro
e este maravilhoso evento
acontecerá em horizonte oeste
não tão alto e não tão baixo.


No entanto, Júpiter já estará avisando
que desaparecerá brevemente
atrás do horizonte oeste
para encontrar-se com o Sol
ao final do mês de outubro de 2017.



Stellarium




JÚPITER SENDO VISITADO PELA NAVE JUNO
O deus dos deuses do Olimpo
recebendo sua esposa!


Caro Leitor, há exatamente um ano, escrevi esta curta mensagem para Júpiter:

Júpiter, como você bem sabe, Juno decolou da Terra em busca de encontrar-se com você e veio viajando pelo espaço por quase cinco anos... até finalmente aproximar-se e ser capturada por sua imensa gravidade... (tentando evitar sua perigosa radiação) e começar a desvendar muitos de seus segredos..., principalmente os segredos sobre sua origem e sobre as origens de nosso sistema solar.

Se tudo der certo, Juno estará orbitando você, Júpiter, voando sobre o topo de suas nuvens (porém observando você ainda através suas nuvens... ) ao longo de 37 voltas e durante os próximos vinte meses..., para finalmente deixar-se mergulhar em você, desaparecendo em você...., estilhaçando-se em sua atmosfera... - e  ocultando-se de nossos olhares sempre ansiosos em saberem mais e mais sobre o gigante gasoso de nosso quintal astronômico.

http://oceudomes.blogspot.com.br/2016/07/jupiter-juno-chegou.html

Saiba mais sobre
Júpiter e Juno
e sobre a nave Juno
acessando minha Postagem
em
http://oceudomes.blogspot.com.br/2016/07/juno-e-jupiter-nave-e-o-gigante-gasoso_4.html




Caro Leitor,
se você quiser saber sobre
O Andamento de Júpíter
ao longo do ano de 2017,
acesse minha Postagem em








Color image of Saturn and its rings.


Cassini spacecraft's view of Saturn in 2009.





SATURNO


Saturno vem fazendo a festa
em nossa vida,
não é verdade, Caro Leitor?

Quer dizer,
em 23 de abril p.p.,
aconteceu o início oficial
do chamado Grand Finale de Órbitas
da Missão Cassini em Saturno.

Órbitas 271 a 293 
(22 órbitas!)
acontecerão a partir de 23 de abril
até 15 de setembro,
quando o sinal enviado pela Cassini à Terra
cessará por completo 
e para sempre
pois esta Missão terminará 
com a entrada da espaçonave 
na atmosfera de Saturno
e, no minuto seguinte, 
o silêncio.

A equipe da Missão estará reunida
 na madrugada de 15 de setembro
para dizer adeus à espaçonave e celebrar a Missão.


A meu ver,
sempre que uma Missão deste calibre termina
parece que nos faz sentir enlutados,
não é verdade?
Parece que um vazio nos invade,
o silêncio, a falta de notícias.... 
não mais.

Saiba bem mais
sobre a Missão Cassini
acessando minha Postagem
em
http://oceudomes.blogspot.com.br/2017/04/missao-cassini-huygens-em-saturno.html



SOBRE O ANDAMENTO recente DE SATURNO:

Em começo de abril,
Saturno encetou seu movimento de retrogradação
e somente retomará seu movimento direto
mais para o final do mês de agosto.

E porque Saturno anda muito vagarosamente,
mesmo que pareça estar dirigindo-se
em busca de novo encontro com Antares,
estrela-alpha Scorpii,
ainda continuará seu caminho aparente
através as pernas
do Serpentário.

Conheça melhor
a constelação do Ofiúco, Ophiucus, o Serpentário,
acessando minha Página 
em



Stellarium




Bem recentemente, no miolo do mês de junho,
o Senhor dos Anéis
foi brindado com a Oposição do Sol
e este momento é sempre ímpar
para os amantes dos céus estrelados,
para todos aqueles que são fás
de fazerem imagens e vídeos
para bem imortalizarem o cenário saturnino
e sua belezura de aneis...,
além do fato de estar sendo
"invadido", digamos assim,
pela sonda Cassini
que nos vem revelando imagens sensacionais
já por tantos e tantos anos...,
mas que, fatalmente,
estará mergulhando e se despedindo de nós,
agora em setembro.




Stellarium




Bem pessoalmente,
eu adoro vivenciar os céus estrelados
ao longo dos meses de junho, julho e agosto,
exatamente pelo fato de que o Escorpião
faz a festa em seu rodopio,
em seu revirão da Via Lactea!

E já por cerca de dois a três anos
viemos vivenciando este Revirão
curtindo também a presença
do Senhor dos Aneis, Saturno,
primeiramente visitando o Escorpião
e agora, movimentando-se um tantinho,
ao visitar Ophiucus, o Serpentário!


A
Longa Jornada Noite Adentro:
 O Revirão da Via Láctea
poderá ser sempre realizada 
quando as constelações do Escorpião e do Sagitário
estiverem se apresentando nos céus estrelados.

É preciso que o Caro Leitor se encontre diante da Via Lactea,
observando a Via Lactea, mergulhando na Via Lactea...;
sentindo-se como real parte da Via Lactea,
como se fazendo parte da Via Lactea.  
E é.  E faz.

É sempre simpático que você acompanhe
o andamento da inquestionável constelação do Escorpião
ao longo da noite
- estamos diante de
Uma Longa Jornada Noite Adentro! -,
porém eu diria que o momento ímpar,
highlight realmente,
acontece no momento em que o Escorpião
encontra-se bem no ato dos céus estrelados mais ao sul:
é hora de então tentarmos abrir nossos braços
- um dos braços seguindo a linha da Via Lactea ao norte
e outro braço seguindo a linha imaginária 
- porém reta -
da Via Lactea ao sul.

Isso feito, tente, bem vagarosamente,
 seguir o rumo do andamento noturno
da constelação do Escorpião
e sempre de braços abertos e estirados
em linhas seguindo a Via Lactea ao norte
e a Via Lactea ao sul...

É como se sentíssimos que estamos "varrendo" os céus!

A bem da verdade, esse rodopiar é fantástico
e pode nos trazer um tom de nos faz tremer 
não somente de emoção 
como também em nosso labirinto interior, 
é quase como se perdêssemos o chão: 
ficamos zonzos, tontos, 
quase caímos,
 quase perdemos o equilíbrio. 


Conheça melhor
sobre
o Revirão da Via Lactea
acessando minha Postagem 
em
e minha Página
em



Caro Leitor,
se você quiser saber sobre
O Andamento de Saturno
ao longo do ano de 2017,
acesse minha Postagem em





Meu Oeste!
Sítio das Estrelas



COM UM ABRAÇO ESTRELADO,
Janine Milward